Sábado, 21 Julho 2018
previous arrow
next arrow
Slider

Hoje à tarde (20), um trem ficou parado na passagem de nível próximo à rodoviária, na Praça Nilo Peçanha, Centro de Barra do Piraí, deixando o trânsito congestionado no local.

A informação é de que foram aproximadamente 25 minutos com o trem bloqueando a linha.

Tentamos contato com a MRS Logística, responsável pelo trem e pela linha, porém não tivemos retorno até o momento.

Hoje (20), por volta das 11h, um caminhão do Corpo de Bombeiros se dirigiu até o Morro do Gama, em Barra do Piraí, por conta de uma denúncia de queimada. De acordo com a chamada de alguns moradores do bairro, o fogo se alastrou de forma rápida, preocupando a todos na localidade.

Impactos causados pelas queimadas

As queimadas provocam diversos danos e até mesmo os gases liberados pelos incêndios causam diversos impactos ambientais. A área que foi destruída pelo incêndio pode provocar deslizamentos de terras ou cheias. Com a destruição da camada de vegetação, a permeabilidade é reduzida, ocasionando a erosão das águas pluviais. Outros fatores que podem ocorrer por meio dos incêndios são: morte e ferimentos de animais, pessoas e vegetações; destruição de casas, bens e eletricidade; e alteração do equilíbrio natural.

Alguns locais, dependendo da organização da plantação, são mais propícios a incêndios do que outros, por isso, se atentar a alguns fatores é primordial para que não existam maiores perigos.

Confira agora algumas dicas de como evitar incêndios:

Mantenha as áreas de vegetação separadas por uma faixa limpa de terreno com cerca de 50 metros em volta de habitações.

Áreas mais populosas, como parques, aglomerados populacionais, indústrias ou aterros sanitários precisam estar a 100 metros de distância de áreas com vegetação.

Caso possua uma plantação, invista em brigadista de plantão caso exista algum início de incêndio.

Invista também em ferramentas de monitoramento contra incêndios em plantações e florestas para uma ação mais rápida e eficaz durante situações de risco.

Em um incêndio é necessário estar informado de como se prevenir e combater as queimadas da melhor maneira, sem correr riscos. Não realize atitudes que possam elevar os riscos de incêndios e busque sempre denunciar atividades suspeitas. Incêndios florestais trazem muitos danos, evite e denuncie.

Foto: Vicente Siqueira

A equipe de reportagem do GRUPO RBP DE COMUNICAÇÃO recebeu a informação de que o posto de saúde do bairro Morro do Gama não está realizando exames. Uma moradora do local, identificada como Erimeia, alegou que uma funcionária da unidade de saúde afirmou que este procedimento está sendo realizado apenas no Pronto Socorro, e que a aparelhagem da Santa Casa de Barra do Piraí estaria quebrada. Além disso, de acordo com Erimeia, a responsável pela marcação dos exames estaria de ‘licença premium’ (férias de aproximadamente um ano).

Diabética, ela alega que de quatro em quatro meses precisa fazer exames de controle de índices de glicose e colesterol. “Deixei lá tudo o que foi pedido: identidade, CPF, comprovante de residência e o exame. Ficou tudo lá no posto; agora eles vão marcar no Pronto Socorro, sendo que eu vou ter que ir ao Pronto Socorro, no laboratório para fazer uma nova marcação. Me falaram que eu teria que ficar três meses esperando para fazer este exame”, descreveu.

Erimeia fez questão de ressaltar que essa situação não é exclusiva do Morro do Gama. “A gente tem o pedido do exame, vai ao posto, mas não fazem exames, na Santa Casa o aparelho está quebrado e só no Pronto Socorro estão fazendo. Ainda assim, a espera é de três a quatro meses. E a Santa Casa, por que está com este problema?”, questiona, chegando a expor que está próximo de desistir destes procedimentos. “Em laboratórios particulares, os exames são caríssimos. Temos o direito de fazê-los pelo SUS. Pagamos, não é de graça”, concluiu.

Secretário de Saúde nega demora: “Estamos realizando os exames normalmente”

Procurado pelo setor de Jornalismo do GRUPO RBP DE COMUNICAÇÃO, o secretário de Saúde, Juberto Folena Júnior, negou essa denúncia, apenas com uma ressalva sobre o tomógrafo da Santa Casa. "Está quebrado, mas estamos fazendo em outros hospitais da cidade. Uma coisa é o que as pessoas dizem, e outra é o que está acontecendo. Os exames de sangue estão sendo realizados normalmente”, declarou. 

Em todo inverno, são feitas campanhas de agasalhos para serem doados. Infelizmente, o frio faz vítimas entre moradores de rua, todo ano, no Brasil. Barra do Piraí tem o privilégio de ter uma população que se preocupa com essas questões: iniciativas como o “Varal Solidário”, grupos de apoio, Secretaria de Assistência Social, todos se unem para diminuir esse risco.

Porém, infelizmente, nosso município amanheceu hoje (19) com uma polêmica que envolveria abuso de autoridade e desumanidade. De acordo com Manon Casali, que faz parte da Tenda Umbandista Fé Esperança e Caridade, Guardas Municipais teriam recolhidos cobertores de moradores de rua, durante a madrugada de ontem (18), no Centro de Barra do Piraí.

Segundo Manon, diariamente, a Tenda Umbandista da qual ela faz parte, doa cobertores e agasalhos para moradores de rua. Ontem, através de seu perfil no facebook, ela denunciou esse suposto abuso. “Foi uma decepção ouvir o relato de vários deles [moradores] dizendo que tiveram seus pertences levados pela Guarda Municipal, inclusive seus cobertores. Vejam bem, meus amigos, levaram os cobertores dos moradores de rua em pleno inverno. Eu sinceramente estou desacreditada da humanidade. Que tipo de ser humano dá, acata e faz cumprir  esse tipo de ordem? O fato deles morarem nas ruas não os tornam menos seres humanos que nós”, desabafou.  

Na postagem, são inúmeros os comentários de apoio ao trabalho feito por Manon e seu grupo, além da reprovação a suposta atitude da GM, incluindo autoridades municipais, como o vereador Cristiano Almeida. “Vou averiguar mais esse caso. Se for verdade, será preciso medidas sérias. Lembrando que o comando da Guarda é de livre nomeação do chefe do executivo e cabe a esse o poder de colocar e tirar do comando da Guarda Municipal”, explicou o vereador.

Nossa equipe de jornalismo do GRUPO RBP DE COMUNICAÇÃO apurou essa denúncia. Primeiro, procuramos alguns moradores de rua para confirmar essa situação. Alguns preferiram não se manifestarem, ou não tinham condições para isso, outros afirmaram que alguns guardas “tomaram seus cobertores e objetos pessoais”, expondo-os ao frio, durante a madrugada.

Comandante da GM dá sua versão do caso: não ouve abuso

Procuramos o Comandante da Guarda Municipal de Barra do Piraí, Enochi Mello, para dar a versão oficial da GM sobre o caso. Ele afirmou que, realmente, os cobertores foram recolhidos, porém, em nenhum momento foram tirados diretamente dos moradores de rua. Na verdade, segundo ele, eles teriam deixado as cobertas dentro do quadro de luz, localizado na Praça Nilo Peçanha, juntamente com bebidas alcoólicas e outros pertences. Uma situação, de acordo com o diretor, perigosa.

“A equipe elétrica precisava fazer uma manutenção no local. Os moradores de rua deixaram cobertores, roupas e bebidas alcoólicas dentro do quadro de luz da Praça Nilo Peçanha, uma combinação perigosa que pode causar incêndio e outros problemas. Em nenhum momento, entramos em confronto com eles ou retiramos esses cobertores enquanto dormiam. Fizemos esse recolhimento apenas pela irresponsabilidade dos mesmos, o que eles fizeram poderia causar um grave acidente”, afirmou Mello.

De acordo com algumas fontes, dentro da prefeitura, esses moradores são baderneiros e possuem passagens pela polícia. O que não justificaria deixá-los sem esses cobertores. O certo a se fazer, no caso, é acionar o serviço policial para a detenção de quem estiver praticando alguma atitude ilegal.

Foto: Ivo Araújo

ATUALIZAÇÃO 11h15

O Comandante da Guarda Municipal de Barra do Piraí, Enochi Mello, nos enviou fotos dos cobertores apreendidos no quadro de luz da Praça Nilo Peçanha. Manon Casali, autora da denuncia, pediu para que o material seja devolvido a Tenda Umbandista Fé Esperança e Caridade, para uma nova doação e orientação aos necessitados.

gm 2

gm 3

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!