Sábado, 25 Mai 2019
previous arrow
next arrow
Slider

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) está com vagas abertas para cursos técnicos e superiores e também com bolsas para o instituto internacional de gastronomia Le Cordon Bleu. Todos os cursos oferecidos pela Faetec em todo o estado são gratuitos e as inscrições vão até o dia 12 de junho pelo site faetec.rj.gov.br.

Há cerca de 4 mil vagas para as regiões Metropolitana (incluindo Niterói, Itaboraí e Petrópolis), Baixada Fluminense (Duque de Caxias, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Paracambi), Região dos Lagos, Norte Fluminense, Médio Paraíba e em nossa região Sul Fluminense.

Nossa equipe de jornalismo conversou com a coordenadora da Faetec de Barra do Piraí, Juliane, que declarou que em Barra do Piraí, pelo menos por enquanto, ainda não haverá turmas para os cursos divulgados. Em breve, uma nova unidade da Fundação será inaugurada no bairro Oficina Velha.

Entre os cursos técnicos, os candidatos podem escolher:

Administração

Análises Clínicas

Automação Industrial

Construção Naval

Cozinha

Edificações

Eletrônica

Eletrotécnica

Enfermagem

Estética

Gerência em Saúde

Informática

Informática para internet

Logística

Meio Ambiente

Modelagem do Vestuário

Produção de Moda e Teatro

Prótese Dentária

Química

Já nos cursos de nível superior destacam-se:

Licenciatura em Pedagogia

Tecnologia da Informação e da Comunicação

Tecnologia em Análise de Sistemas Informatizados

Tecnologia em Gestão Ambiental

Tecnologia em Logística

Tecnologia em Processos Gerenciais

Tecnologia em Sistemas para Internet com foco em Empreendedorismo Digital

Le Cordon Bleu

A Faetec está com edital aberto também para quem tem interesse em ser bolsista no instituto internacional de gastronomia Le Cordon Bleu, em Botafogo. São cinco bolsas para o Cordon Tec. O prazo vai até o dia 31.

Foi registrada hoje pela manhã (23) uma colisão entre uma van e um carro no bairro Roseira, em Barra do Piraí. Segundo informações, o veículo de passeio era conduzido por um policial militar de 37º BPM de Resende e alguns passageiros da van se feriram.

Segundo a PM, a van transportava funcionários de uma empresa privada. O número de feridos não foi confirmado. Eles foram encaminhados para a Santa Casa de Barra do Piraí, que divulgou agora a tarde que o estado de saúde deles é estável.

Foto: Redes Sociais

Corrigindo o que foi publicado anteriormente por nossa equipe do Grupo RBP de Comunicação, as três toneladas de maconha e as armas, na verdade, abasteceriam o tráfico da própria cidade do sul de Minas e também o da capital fluminense. O Tenente Brito, do 10º BPM, confirmou também com exclusividade para nossa equipe que o material não teria Barra do Piraí como endereço (Foto: Polícia Civil de Juiz de Fora).

A Polícia Civil de Juiz de Fora, por meio da Inspetoria Regional de Investigadores e a Delegacia Especializada Antidrogas (DEA), deflagrou ontem (22) a “Operação Murum”, que culminou na maior apreensão de drogas e armas da história de Juiz de Fora, e a maior em Minas Gerais este ano. Um homem foi preso em flagrante e encaminhado ao Ceresp. A polícia não forneceu dados sobre o autor. As investigações terão continuidade para que se chegue ao grupo responsável pelo esquema de tráfico.

Após mais de três meses de investigação, os policiais chegaram a um sítio no distrito de Torreões, que funcionava como uma espécie de porto seco para o armazenamento e a distribuição das drogas e do armamento, considerado de guerra. Num caminhão com fundo falso, que estava no imóvel, foram apreendidas três toneladas de maconha; oito fuzis; duas escopetas calibre 12; 23 pistolas 9mm, sendo que seis destas estavam modificadas com kit rajada para funcionarem como submetralhadoras; dois revólveres; uma mira telescópica, uma mira holográfica e uma grande quantidade de munições.

A operação teve início na tarde de terça-feira (21) e seguiu na madrugada de quarta. Apesar de não terem sido apresentados dados de operações anteriores, a Polícia Civil já considera a maior apreensão realizada na cidade e estima que o recolhimento dos materiais tenha acarretado em cerca de R$ 5 milhões de prejuízo à organização criminosa.

Segundo o delegado Armando Avólio Neto, um dos responsáveis pela operação, Juiz de Fora era o destino de parte das drogas, mas o grupo visava o Rio de Janeiro. Essa afirmação descarta a hipótese do material ter como endereço comunidades de Barra do Piraí. Através do whatsapp, essa ‘fake news’ se viralizou durante essa manhã e o Grupo RBP de Comunicação acabou publicando de forma errônea.

O Tenente Brito, do 10º Batalhão de Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, localizado em Barra do Piraí, confirmou também a informação de que o material não teria a Região Sul Fluminense como destino. Nossa equipe de reportagem fez o convite para que o tenente participe do Sabatina RBP, com o objetivo de dar mais detalhes sobre o trabalho da Polícia Militar em nossa cidade, sobre os últimos casos que assustaram a população e sobre ‘fake news’.

Ontem à tarde (22), dois homens assaltaram um ônibus no bairro Areal, em Barra do Piraí. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 17h, no ponto final da Rua José Pedro Oliveira, mais conhecida como ‘Rua de Baixo’.

Segundo relatos, um dos suspeitos, armado com uma faca, abordou o cobrador e anunciou o assalto. Os dois levaram cerca de R$160 reais do veículo.

O caso foi registrado na 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí onde será investigado. Até o momento, ninguém foi preso.

Foto: Renan Vieira (Ilustrativa)

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!