Sábado, 21 Abril 2018

Barra do Piraí/Mato Grosso – Na esteira da trajetória de atletas barrenses como o meia Glauber, que atuou em clubes de expressão como o Botafogo e fez história como um dos maiores artilheiros do Volta Redonda, em mais de uma passagem pelo clube, o ex-zagueiro Batata, campeão mundial pelo Corinthians, e o volante Ramires, que já frequentou convocações de seleção brasileira e hoje atua no Jiangsu Suning, no futebol chinês, outros atletas barrenses vêm buscando seu espaço em clubes pelo país e pelo mundo.

  Mirando-se nestes exemplos, o jogador Airton Natan vem buscando seu espaço atuando pelo Araguaia Atlético Clube, conhecido como Galo da Serra e que vem mandando seus jogos no estádio Zeca Costa. A equipe, fundada no ano de 1978, está disputando a primeira divisão do campeonato Mato-Grossense, entretanto, acabou matematicamente rebaixada após empatar com o Luverdense em 2 a 2.   

  “Ainda que com este resultado e com esta posição, não podemos esmorecer, pois sabemos que fizemos nosso trabalho e nos dedicamos. Temos uma partida para fazer ainda, temos uma caminhada a levar”, reconhece o atleta. O Mixto foi rebaixado junto com o Araguaia.

  Apesar do revés, o atleta começou a temporada celebrando seu primeiro gol como profissional, marcado na Arena Pantanal. “Foi um gol muito bonito, meu primeiro gol logo em um estádio de Copa do Mundo, é algo que me deixa feliz e orgulhoso, para poder contar depois”, celebra.

Talita Affonso

Barra do Piraí - Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 15% das crianças com idades entre cinco e nove anos estão obesas. Por outro lado, uma em cada três não chegou ao nível da obesidade, mas está acima do peso. Tais estatísticas fazem com que especialistas falem em uma epidemia de sobrepeso. Cabe a consideração de que o índice contrapõe a redução drástica nos níveis de desnutrição no Brasil, que chega a cerca de 50%, também conforme dados do IBGE.

  De acordo com o educador físico Sandro Aredes, enquanto as crianças exercitam os dedos em celulares e outros aparelhos, estão cada vez mais sedentárias. “Assim, aparecem grandes problemas: obesidade, problemas estruturais e ortopédicos, doenças metabólicas como hipertensão, diabetes, problemas circulatórios e estresse”, lista.

  “Por outro lado, a criança que pratica exercícios físicos é sadia, tem uma saúde melhor. Ela desenvolve melhor capacidade motora, pensamento rápido e sua estrutura muscular”, contrapõe o professor.

Mais informações na edição 735 do Jornal O BARRENSE, que vai às bancas no dia 06 de abril. 

 

Casagrande voltou a falar sobre Neymar após o pai do craque rebater uma opinião do comentarista, que chamou o atacante de mimado. Durante o "Troca de Passes" desta sexta-feira, Casão disse que não leu o comentário de Neymar pai e que também não há uma perseguição ao jogador do PSG e da seleção brasileira.

- Meu trabalho é honesto, sou imparcial, não persigo ninguém. Não falei nada demais, falei aquilo que eu penso e as pessoas podem pensar diferente. Não li nada (sobre comentário do Neymar pai). Estou com 55 anos e só faço coisas que me deixa feliz, não vou em busca da tristeza. Críticas tanto positivas quanto negativas eu já afastei da minha vida, porque é inevitável que você fique chateado com uma crítica negativa.

Casagrande explicou o comentário desta semana em que chama Neymar de mimado. Ele disse se referir ao comportamento do craque dentro de campo e não ao que ele faz fora dos gramados.

- Não falei nada sobre o comportamento dele fora de campo. Nem me importo com o que ele faz fora de campo. Eu fiz várias coisas. O mimado que falei é dentro de campo. Nunca falei que ele não é sério, que não treina. Não fiz uma crítica ao comportamento como profissional. Não critiquei sua forma física. O comportamento mimado dentro de campo é muito claro. Quando recebe falta dá risadinha. Quando comete, não aceita. Levou um cartão amarelo contra o Real em 15 minutos de jogo. Nenhum atacante levou.

Fevereiro tem sido muito bom para Miguel Borja. Nos três jogos do mês, o atacante colombiano do Palmeiras balançou a rede quatro vezes, duas delas na última quinta-feira, contra o Linense. A boa fase tem gerado comparações divertidas.
A primeira delas veio no meio de semana. Quando o Real Madrid derrotou o Paris Saint-Germain de virada na Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo fez dois dos três gols da equipe espanhola, mas antes disso desperdiçou uma grande chance cara a cara com o goleiro. Chance semelhante à que o palmeirense, dias antes, aproveitou diante do Mirassol.
Não demorou para que torcedores fizessem uma comparação que não deixa dúvida: Borja tomou melhor decisão do que o português, eleito mais uma vez o melhor jogador do mundo no ano passado.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM) / (24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!