Domingo, 15 Dezembro 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Na manhã deste domingo, 08, um acidente envolvendo uma carreta e um carro de passeio deixou três feridos e um policial militar morto à altura do km 237 da pista sentido Rio de Janeiro da Via Dutra. As informações são da Polícia Rodoviária Federal. 

O acidente aconteceu durante procedimento de rotina, quando agentes policiais abordaram o veículo. Uma carreta atingiu a viatura em que os militares estavam, e também o automóvel abordado. Os feridos estavam a bordo do carro, sendo que três deles sofreram ferimentos e foram encaminhados para hospitais da região

Um deles, um jovem de 20 anos, teve fratura exposta e seu quadro é estável. O motorista do carro, de 32 anos, e um outro passageiro, de 20, sofreu ferimentos graves. O quarto ocupante do carro nada sofreu.

O policial militar morot no acidente foi identificado como sendo o cabo Renan da Silva Gonçalves, cujo sepultamento aconteceu na manhã desta segunda-feira, 09, no cemitério do Riachuelo, em Valença. 

Motorista da carreta dirigia sob efeito de álcool  

Ainda segundo a PRF, o motorista, que transportava gás inflamável, foi submetido ao teste de alcoolemia, que constatou que o indivíduo dirigia sob efeito de álcool. Ele foi encaminado à delegacia de Piraí e autuado por crime de trânsito e dirigir embriagado. 

Secretaria de Água e Esgoto pede para que os moradores do Centro, Oficina Velha, Metalúrgica, parte da Química e proximidades, economizem água (Foto: Reprodução)

A Secretaria Municipal de Água e Esgoto informou nesta quinta-feira (05), através de nota oficial, que parte da tubulação na estrutura da Ponte Getúlio Vargas, a Ponte Metálica, no Centro de Barra do Piraí, se rompeu, deixando o sistema de abastecimento de água interrompido temporariamente.

Com isso, alguns bairros barrenses como Centro, Oficina Velha, Metalúrgica, parte da Química e proximidades, ficarão sem distribuição de água durante esta tarde. A previsão é que o serviço de reparo termine até o fim do dia e, com isso, o abastecimento volte a sua normalidade em algumas horas após a finalização. Neste momento, a indicação é para que os moradores dessas localidades economizem água.

Após um forte estrondo, uma fumaça preta foi vista em vários pontos da cidade. Segundo a CSN, ninguém ficou ferido (Foto: Redes Sociais)

Na manhã desta quinta-feira (28), foi registrada uma forte explosão na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda. Segundo relatos de moradores do bairro Conforto, após o estrondo, por volta das 6h30, algumas casas chegaram a tremer e uma fumaça escura foi vista em diferentes pontos da cidade.

O Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense informou que o motivo da explosão foi uma reação química no setor da aciaria — onde o ferro-gusa é transformado em aço —, ocorrência comum neste área. Houve somente muita poeira, que é algo comum quando ocorre deslocamento de ar. A chuva do início da manhã ajudou para que a reação acontecesse.

Ainda de acordo com o sindicato, dois funcionários foram levados para um hospital particular após ficarem abalados com o barulho. Eles foram atendidos e voltaram a trabalhar. Ninguém ficou ferido. Segundo testemunhas, na verdade foram três pessoas encaminhadas a um hospital com sintomas de intoxicação.

Em nota, a CSN informou que por volta das 6h35, ocorreu uma reação no Forno Panela, gerando emissões pelo lanternim na unidade de Aciaria de Aços Planos. Os órgãos ambientais foram comunicados. Disse ainda que as equipes técnicas da companhia estão analisando as possíveis causas dessa ocorrência.

A Usina Presidente Vargas acumula acidentes desde 2015, por conta da redução no quadro de funcionários causada pela crise no setor de aço.

Determinação do TRF-2 passa a valer a partir de dezembro e afetará aproximadamente 700 moradores (Foto: Reprodução)

Os moradores dos distritos de Dorândia, Califórnia, Vargem Alegre e São José do Turvo, em Barra do Piraí, vão voltar a pagar pedágio na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), em Dorândia, de acordo com a Justiça.

A cobrança foi determinada pelo Tribunal Regional Federal, da 2ª Região, do Rio de Janeiro, e passa a valer a partir do próximo dia 10 de dezembro, de acordo com informações da concessionária que administra a BR-393. A medida afeta pelo menos 700 moradores que vivem naquela localidade e estão cadastrados na concessionária para não pagarem o pedágio localizado no km 265.

Na decisão, o desembargador federal, José Antônio Lisboa Neiva, aponta que a suspensão da isenção não se configura uma violação do direito de ir e vir dos moradores de Barra do Piraí, pois existe via alternativa para uso. De acordo com o próprio desembargador, a Estrada Governador Raimundo Padilha serve de ligação entre a sede do município e os distritos envolvidos. Segundo o representante do TRF-2, a K-Infra Rodovia do Aço, concessionária que administra a BR-393, não tem culpa pela má conservação da estrada, que passava pela antiga Thyssen Fundições, que seria opção para os motoristas destas localidades.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!