Terça, 21 Mai 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Funcionários terceirizados de prestadoras de serviços do Detran em Barra do Piraí protestam alegando atraso de salários

Na manhã desta quinta-feira (07), cerca de dez funcionários das empresas Pro Bid e It Plan, prestadoras de serviços de inspeção veicular do Detran, realizam protesto em frente ao posto do órgão em Barra do Piraí, no bairro Oficina Velha, que se justificaria por um atraso de pelo menos dois meses de salários, entre outras reivindicações. Segundo as primeiras informações, o chefe do posto, alegando desordem, chamou agentes policiais, que tentam chegar a um entendimento entre ambas as partes.

O funcionário Brener Gama, em entrevista à equipe de reportagem do Grupo RBP de Comunicação, explicou as causas reivindicadas pelos colegas. "Estamos reivindicando nossos direitos, que estamos buscando de todas as formas, então, lutamos da melhor forma possível, na paz, sem agressões, sem nada. Se querem mandar a gente embora, podem mandar, mas que paguem nossos direitos", relata, negando ainda o suposto quadro de desordem.

"O chefe ligou informando que nós estaríamos impedindo os clientes de entrar, mas de forma alguma impedimos; apenas estávamos avisando que o detran não estaria funcionando, devido à greve pelos dois meses de salários atrasados", esclarece.

A equipe de reportagem do Grupo RBP de Comunicação tentou falar com o chefe do Detran, Leonardo Lopes, funcionário concursado que atualmente está nesse cargo; entretanto, ele disse que não tem autorização para falar. Segundo ele, apenas a assessoria do próprio Detran, no Rio, pode dar algum esclarecimento sobre qualquer caso que envolva o órgão.

Detalhes sobre a situação das terceirizadas com o Detran

De acordo com o jornalista Jeff Castro, que publicou essas informações em seu site Papagoiaba, o Detran-Rio vem trabalhando desde o final de 2018 com serviços prestados por terceirizadas sem cobertura contratual. No total, são R$ 150 milhões sem contrato.

A situação mais grave é a da IT Plan, a maior prestadora de serviços do departamento, que está trabalhando sem contrato desde 9 de novembro do ano passado.

O Detran-Rio assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Estado se comprometendo a pagar pelos serviços prestados sem cobertura contratual.

Até o momento o novo presidente do Detran-Rio, Luiz Carlos das Neves, ainda não sinalizou como o governador Wilson Witzel pretende solucionar os problemas dos trabalhadores sem salários e direitos trabalhistas, que foram contratados pelas empresas terceirizadas para prestarem serviços ao órgão estadual.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!