Sexta, 27 Novembro 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Segundo apuração de nossa reportagem, três funcionários do local estão em situação de análise para coronavírus e, por isso, agência passará por um protocolo de higienização, com previsão de reabertura para quarta, 07 (Foto: Reprodução)

Na manhã desta segunda-feira (05) os clientes do banco Santander de Barra do Piraí, foram surpreendidos com um comunicado na porta da agência localizada na Rua Governador Portela, no Centro, avisando que o local estava temporariamente fechado para a “segurança e bem estar dos colaboradores”.

Segundo apuração de nossa reportagem, dois funcionários da agência testaram positivo e outro está com caso em análise para Covid-19 e por isso o local vai passar por uma higienização de 48 horas, protocolo básico de segurança imposto pela Federação Brasileira de Bancos, a Febraban.

Os funcionários que estão em análise, fora os que tiveram contato com eles, entrarão em quarentena por 14 dias e os outros profissionais do local serão transferidos para a agência de Santanésia, distrito de Piraí.

A previsão para a reabertura do Santander da Rua Governador Portela é de quarta-feira (07). No comunicado, o banco disponibiliza um telefone para dúvidas, porém, não conseguimos contato para confirmar detalhes sobre os contaminados.

O Diário Oficial da União publica hoje (5) a autorização do emprego da Força Nacional de Segurança Pública nas ações de combate a incêndios florestais e queimadas no Pantanal, em Mato Grosso do Sul. A medida vale por 30 dias, de 4 de outubro a 2 de novembro, mas pode ser prorrogada, se necessário. A informação é da Agência Brasil.

O efetivo, segundo portaria assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, também poderá atuar em atividades de defesa civil em defesa do meio ambiente e nos “serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”.

Equipamentos

Segundo o ministério, o envio atende a pedido do governador do estado, Reinaldo Azambuja. Além do efetivo da Força Nacional, o apoio ao estado conta com o envio de doze viaturas. O combate às queimadas será realizado por profissionais e equipamentos especializados para este tipo de ação.

Assistência

Mais de 40 bombeiros da Força Nacional de Segurança Pública já atuam desde o dia 24 de setembro na região pantaneira, na divisa entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Além do apoio ao estado no combate aos incêndios florestais, o efetivo mobilizado realizou assistência humanitária às famílias ribeirinhas à margem do Rio Paraguai. Elas tiveram suas residências atingidas pelo fogo.

De acordo com ministério, os militares estão atuando em localidades da região do Pantanal, além de auxiliar na contenção em propriedades particulares e de áreas de preservação ambiental. Eles estão apoiando, também, o trabalho no posto de atendimento de emergência a animais silvestres, juntamente com Defesa Civil, Polícia Ambiental, voluntários, biólogos e médicos veterinários, entre outros.

Colisão aconteceu na altura do bairro Dom Bosco, em Volta Redonda. Motociclista por não ter CNH, e motorista por manobra arriscada, são multados (Foto: PRF)

Na noite deste domingo (04), um motociclista, de 19 anos, ficou ferido ao se envolver em uma colisão com um carro no km 281 da BR-393, a Rodovia Lúcio Meira, na altura do bairro Dom Bosco, em Volta Redonda.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente se deu no momento em que o automóvel foi acessar a rodovia com destino a Volta Redonda, em local proibido pela sinalização horizontal, vindo a atingir transversalmente a motocicleta, que transitava na faixa de rolamento sentido Barra do Piraí.

Os condutores dos dois veículos fizeram o teste do bafômetro com resultado negativo em ambos. De acordo com os agentes, o motociclista acabou ferido na perna direita no acidente e foi encaminhado para o Hospital São João Batista. A PRF informou que ele não tinha habilitação para pilotar a moto e, por isso, foi multado em R$ 880.

O motorista do carro, de 34 anos, não se feriu e também foi autuado, em R$ 195, por conta da manobra proibida.

 

Em parceria com o Ministério Público, a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro firmou, nesta quinta-feira (01), um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) junto ao Município de Niterói, que permite o retorno das aulas presenciais, a partir da próxima segunda-feira (05), para o os alunos do último ano do ensino médio das escolas municipais.

Considerando o prejuízo para os alunos do ensino médio, sobretudo aos do 3º ano, frente a data do ENEM, o termo visa garantir a segurança desses jovens perante a retomada gradual das atividades escolares.

O acordo apresenta diversas cláusulas em que o Município de Niterói assume a obrigação de seguir uma série de medidas tais como: respeitar o retorno, inicialmente em regime híbrido e com limitação da carga horária diária de 3 (três) horas, realizar os protocolos sanitários e o monitoramento epidemiológico de capacidade do sistema de saúde local e os impactos da retomada das aulas presenciais ciclo epidêmico da cidade.

Segundo o coordenador de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, Rodrigo Azambuja, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) é um meio alternativo de solução extrajudicial, uma vez que se espera que o Município venha cumprir as exigências estabelecidas.

Caso o município descumpra o termo, a multa diária é no valor de R$ 1.000,00 isoladamente para cada uma das obrigações previstas no acordo, a ser revertida em favor do Fundo Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!