Quinta, 09 Abril 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Mario Esteves anunciou também que antecipará pagamento dos servidores para o dia 31, falou sobre os leitos na Santa Casa e fez apelo para que os governos Estadual e Federal "unifiquem ações na economia e saúde"(Foto: Reprodução Facebook)

Na tarde desta sexta-feira (27), o prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves, usou seu facebook para fazer um pronunciamento oficial ao vivo. Na live, o prefeito garantiu que seguirá respeitando as medidas restritivas que forem decretadas pelo governador do RJ, Wilson Witzel. Além disso, ele criticou a grande quantidade de idosos nas ruas de Barra do Piraí e assumiu que pensa em criar um decreto que prevê multas em caso de pessoas do grupo de risco nas ruas sem justificativa, caso o movimento não diminua.

Mario destacou que, na Santa Casa, serão 10 leitos de UTI, com respirador móvel, ventiladores e toda a estrutura necessária, reservados para os pacientes que derem entrada com sintomas do Covid-19. Segundo ele, em proporção, a quantidade de leitos no município para o número de habitantes (10 leitos para 100 mil habitantes, aproximadamente) é maior que na capital fluminense, por exemplo.

O prefeito também fez um apelo para que os governos Estadual e Federal unifiquem suas ações na economia e na saúde, para que os municípios possam se nortear melhor nesse momento, pré-pico da doença no país. Além disso, Mario aproveitou a deixa para criticar o depoimento do presidente Bolsonaro. “Ele se comunicou muito mal. É preciso trabalhar em prol da economia, mas sem atropelar as recomendações dos especialistas de saúde”, disse o prefeito, que defendeu o isolamento social.

Por fim, o prefeito anunciou a antecipação do pagamento dos servidores públicos para o próximo dia 31 e recomendou para que os líderes religiosos de Barra do Piraí não façam cultos presenciais, utilizando-se da internet para evitar aglomerações. “O Decreto Federal, que coloca as igrejas entre os serviços essenciais, se sobrepõe ao nosso decreto municipal que proíbe os cultos. Logo, o que eu posso fazer é pedir para vocês [líderes religiosos] não realizarem os cultos, pois eles podem se tornar foco de contaminação do novo Coronavírus”, finalizou.

Clique aqui e confira o pronunciamento do prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves.

Só Volta Redonda possui 18 casos confirmados, terceira cidade com mais contaminados no estado. Barra do Piraí segue sem registro oficial (Foto: Reprodução)

Até a manhã desta sexta-feira (27) a Região Sul Fluminense somava 22 casos confirmados do novo Coronavírus, de acordo com a secretaria de Saúde estadual. Volta Redonda é a cidade com mais infectados: 18 pessoas testaram positivo para a Covid-19, colocando a cidade como a terceira com mais casos no estado, atrás apenas do Rio de Janeiro e Niterói, e a 20ª colocada no Brasil.

Há também mais dois casos recentes: um em Resende e outro em Valença. Os pacientes passam bem e foram orientados a fazer isolamento domiciliar. Também entra esta lista a primeira e única morte na região: uma idosa de 63 anos que vivia em Miguel Pereira. Ela trabalhava como empregada doméstica no Leblon, no Rio de Janeiro, e teve contato direto com a patroa dela, que viajou para a Itália recentemente e testou positivo para a doença. As pessoas que tiveram contato com a idosa estão sendo monitoradas.

O primeiro caso confirmado na região foi em Barra Mansa: uma mulher, de 27 anos, que esteve na Itália em fevereiro, mas já está curada da doença, segundo a Secretaria de Saúde da cidade. Dos 22 casos confirmados pelas prefeituras da região, apenas 11 haviam sido divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde até a publicação desta reportagem. As informações foram apuradas e divulgadas pela TV Rio Sul.

Casos confirmados na região:

Volta Redonda — 18

Barra Mansa — 1

Resende — 1

Valença — 1

Miguel Pereira — 1

A prefeitura de Valença informa que nesta quarta-feira, 25, foi registrado o primeiro caso de Coronavírus naquele município. O paciente é um homem de 36 anos, atendido em hospital particular da cidade. Ele já está em isolamento domiciliar, sendo monitorado pela secretaria Municipal de Saúde e passa bem. Outros 20 casos estão sendo tratados como suspeitos e já tiveram exames enviados ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen).

Este é o 12º caso registrado na região Sul Fluminense, sendo oito em Volta Redonda, um em Barra Mansa, um em Resende e o outro em Miguel Pereira (única morte confirmada por Coronavírus na região) 

Grupo de psicólogos oferece voluntariamente orientação via internet para profissionais da área da saúde, com o objetivo de diminuir o impacto emocional e a sobrecarga mental (Foto: Reprodução Facebook)

Na região Sul Fluminense, um grupo de psicólogos se juntou para oferecer atendimentos voluntários a profissionais que trabalham na área da saúde, com o propósito de minimizar os impactos mentais em trabalhadores que estão na linha de frente do combate ao novo Coronavírus.

De acordo com a psicóloga Fernanda Seixas, uma das profissionais que tomaram a iniciativa de unir os profissionais, as consultas são feitas via internet com a ideia de proporcionar uma troca de experiências, através de conversas. “A finalidade é diminuir o impacto emocional e a sobrecarga psíquica”, explicou Fernanda.

Na primeira etapa de mobilização, 45 psicólogos ofereceram espaço na agenda para o atendimento. O público-alvo são enfermeiros ou qualquer pessoa que trabalhe em um hospital ou postos de saúde, seja na limpeza ou na parte administrativa, que não tenham condições de pagar pelo tratamento.

"Nós vamos distribuindo de acordo com nosso cadastro de voluntários. Uns profissionais disponibilizaram um horário, outros disponibilizaram dois horários. Por enquanto, estamos com mais psicólogos do que pacientes. O profissional que quiser se juntar ao grupo de voluntários será bem-vindo", detalhou Fernanda, em entrevista ao G1.

O próximo passo é criar um canal com representantes de hospitais e postos de saúde para divulgar o projeto por toda a região.

Como fazer parte ou solicitar o atendimento

Os interessados no atendimento e os psicólogos que quiserem fazer parte do projeto devem entrar em contato com os profissionais que tiveram a iniciativa do projeto por telefone. Os números são:

Fernanda Seixas: (24) 98109-0652

Sérgio Cintra: (24) 98808-3972

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!