Domingo, 16 Dezembro 2018
previous arrow
next arrow
Slider

O sistema ferroviário fluminense ganhou reforço com um novo trem. A viagem inaugural do primeiro dos seis novos trens (com oito carros cada) adquiridos pelo Governo do Estado e fabricados pela Alstom aconteceu nesta terça-feira (4/12). O embarque ocorreu na estação Central do Brasil com destino à estação Olímpica de Engenho de Dentro. Com a entrada dessa composição na grade operacional, dois trens chineses serão deslocados para o Ramal Belford Roxo, substituindo os mais antigos. Outros quatro trens da Alstom já foram entregues e passam por testes. A sexta e última composição deverá ser recebida na primeira quinzena deste mês.

Esses são os últimos trens necessários à conclusão da climatização da frota de 201 composições operadas pela SuperVia. Com a modernização do sistema, as mais antigas, que não contam com refrigeração, sairão de circulação. "Até o fim do mês, concluiremos a entrega dos trens da Alstom e deixaremos a frota da SuperVia totalmente renovada e climatizada. Cerca de 700 mil pessoas estão sendo beneficiadas, em todos os ramais, com trens novos. Essa é uma das frotas mais novas do Brasil", ressaltou o secretário de Transportes, Rodrigo Vieira.

Capacidade para 2,6 mil passageiros
O novo trem, com capacidade para transportar até 2,6 mil passageiros, segue o mesmo padrão de comodidade, tecnologia e segurança dos últimos 120 adquiridos pelo governo junto às indústrias coreana e chinesa. O trem é equipado com ar-condicionado, espaço para cadeirantes e pessoas com deficiência, câmeras internas e externas, dispositivo de comunicação de emergência e bagageiros, além de monitores de LCD e painéis eletrônicos indicativos de próxima estação e lado do desembarque. A idade média da frota, que já foi de 30 anos, atualmente está em 16 anos. Com a chegada das novas composições, passará a ser de 13 anos.

Processo de renovação de toda a frota
O processo de renovação da frota da SuperVia foi iniciado em 2012, com a entrega de 30 trens chineses adquiridos pelo Governo do Estado. Em 2014, outras 70 composições, também encomendadas na China pelo Estado, passaram a compor a frota, totalizando 100 novos trens. A concessionária, com recursos próprios, modernizou 32 composições, incluindo a instalação de ar-condicionado.

No dia 12 de dezembro será realizada uma Sessão de Inovação que vai reunir as instituições de ensino superior e técnico da região do Médio Paraíba e empresas de todos os portes. Durante o evento, que acontece na CDL de Barra Mansa, será lançada a Plataforma Virtual do Centro Tecnológico do Sul Fluminense. A analista do Sebrae Rio, Nathalia Correa, explica que a Sessão de Inovação vai aproximar essas instituições e as empresas da região para network e identificação de oportunidades de parcerias. “As instituições de ensino possuem recursos, sejam materiais, técnicos ou humanos, que podem ser compartilhados através de parcerias com estas empresas. Queremos mostrar para as empresas que as Iinstituições estão disponíveis para parcerias em inovação, tecnologia e desenvolvimento. Será um momento para as empresas conhecerem o potencial das Instituições da região”, complementou.

A Sessão de Inovação acontece durante o lançamento da Plataforma Virtual do Centro Tecnológico do Sul Fluminense, desenvolvido em parceria pelo APL Metalmecânico do Médio Paraíba Fluminense – formado pelo Sebrae Rio, Firjan, Metalsul – em parceria com as instituições de ensino Superior e Técnico da região. O ambiente online vai reunir informações como recursos materiais, tecnológicos e intelectuais disponíveis nas instituições de ensino. O objetivo é apresentar às empresas, startups e pessoas físicas a oportunidade de desenvolver projetos e produtos inovadores sem precisar sair da região. Ainda durante o evento, será realizada uma exposição de equipamentos de alta tecnologia existentes em cada uma das 10 instituições participantes.

O lançamento da Plataforma Virtual do Centro Tecnológico do Sul Fluminense e a Sessão de Inovação acontecem de 8h30 às 13h, na CDL Barra Mansa (Av. Rotary Club, 26 – Ano Bom). A Sessão está com inscrições abertas e gratuitas para empresas de qualquer segmento.

Informações e inscrições para a Sessão de Inovação podem ser obtidas no Sebrae Rio pelos telefones: 24-3347-3481/3347-5846. As inscrições também podem ser feitas pelo link: https://pt.surveymonkey.com/r/SNVR2018

As instituições participantes são:

UBM – Centro Universitário de Barra Mansa

IFRJ – Instituto Federal do Rio de Janeiro

UFF – Universidade Federal Fluminense

UV – Universidade de Vassouras

UGB – Centro Universitário Geraldo Di Biase

UniFOA – Centro Universitário de Volta Redonda

Firjan SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

AEDB – Associação Educacional Dom Bosco

FaSF – Faculdade Sul Fluminense

CESVA/ FAA - Fundação Educacional Dom André Arcoverde

ICT - Instituto de Cultura Técnica

AMAN - Academia Militar das Agulhas Negras

 

O Governo do Estado do Rio de Janeiro lançou, na sexta-feira (30/11), o aplicativo do Soprinho, personagem infantil da Operação Lei Seca. Disponível gratuitamente na plataforma Android, o aplicativo tem o objetivo de fazer com que crianças, de 7 a 12 anos, aprendam com o ‘Soprinho e seus amigos’ como deixar o trânsito mais seguro. O coordenador da Operação Lei Seca, tenente-coronel Marco Andrade, reforça frequentemente que a ação tem importância fundamental no papel de provocar mudança de comportamento na sociedade, seja através das ações diárias de fiscalização e da educação.

"Com o aplicativo do Soprinho, queremos alcançar ainda mais o público infantil. Com a linguagem digital que as crianças dominam, elas poderão tomar cada vez mais consciência da importância dos cuidados no trânsito, e serão, certamente, importantes agentes transformadores da realidade que mata e fere milhares de pessoas no trânsito brasileiro todos os dias", explicou o coordenador da Operação Lei Seca.

O desenhista Daniel Azulay, criador do personagem, esteve no lançamento do aplicativo, na Escola Municipal Anne Frank, em Laranjeiras. "O personagem Soprinho aborda de forma lúdica, afetiva e divertida a questão da segurança no trânsito. O contato com essa importante realidade desde cedo é muito importante para as crianças que criam a consciência sobre o perigo de beber e dirigir e consequentemente conscientizam seus pais dentro de casa. É uma honra fazer parte desse projeto de extrema relevância", disse Azulay.

Passatempos incentivam crianças

Através de passatempos divertidos, como jogo da memória, caça-palavras e quebra-cabeça, as crianças poderão aprender como deixar o trânsito mais seguro e se tornarão Agentes Júnior da Lei Seca. Elas têm seus conhecimentos testados em um quiz com perguntas sobre o universo do trânsito e passarão a ser Agentes Júnior identificados com uma carteirinha virtual. Outro passo importante para se tornar Agente Júnior da Lei Seca é realizar um checklist para inspecionar o carro antes de viajar. Além disso, o gibi do Soprinho também estará disponível na forma digitalizada para a leitura da criançada.

Os quadrinhos ‘Soprinho e seus Amigos’ contam a história de Pedrinho e sua turma em seu primeiro contato com o personagem Soprinho, que é a figura de um bafômetro. O gibi contém informações sobre o risco da mistura álcool e direção. Rita de Oliveira, mãe de Alex Samuel, de 10 anos, aprovou o aplicativo. "Meu filho entendeu a importância de beber e não dirigir", disse Rita.

Foi encontrado na última sexta-feira (30) o jovem Marlon Eduardo Andrade Nogueira, de 19 anos, que fugiu de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos, no último dia 25, na Rodovia Fernão Dias, bairro Portão, na cidade de Atibaia, no interior de São Paulo.

De acordo com sua mãe, a empresária barrense Márcia Nogueira, sua família teria pago R$ 1,5 mil para levar o rapaz de Barra do Piraí até a cidade do interior paulista, mais uma mensalidade de R$ 1 mil para o filho passar pelo tratamento de desintoxicação contra o vício das drogas.

Porém, segundo Márcia, a família não foi informada de que a clínica não tinha autorização para manter pacientes internados involuntariamente, como era o caso de Marlon. De acordo com a delegacia de Atibaia, Marcia foi orientada a buscar seus direitos através do Ministério Público. Marlon foi encontrado por uma mulher em um posto de gasolina, cerca de 100 metros da clínica, que o acolheu e informou a família sobre o seu paradeiro.

Foto: Cedida pela família/Reprodução Sul Fluminense Online

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!