Quarta, 08 Abril 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Prefeito volta atrás sobre recomendação, após reunião nesta tarde com representantes do Sicomercio e ACEBP, e fecha comércio a partir de segunda (23). Farmácias, supermercados e área da saúde (emergencial) continuará=ão funcionando (Foto: Reprodução) Matéria atualizada em 21/03/2010, às 15h25

Após anunciar na manhã desta sexta-feira (20) a recomendação apenas em relação ao comércio de Barra do Piraí, o prefeito Mario Esteves, após se reunir com representantes do sindicato dos trabalhadores definiu pela paralisação de todo comércio, exceto farmácias, supermercados e área da saúde (parte emergencial) a partir desta segunda-feira (23), previamente por 15 dias..

A prefeitura foi obrigada a seguir novo decreto do Governo do Estado do RJ e o exemplo das cidades vizinhas que também tomaram essa atitude. Os agendamentos de exames, que seriam realizados no Royal Sport Club, também serão suspensos, seguindo a determinação do governador Wilson Witzel.

Veja abaixo na íntegra o decreto assinado pelo prefeito Mario Esteves com todos os detalhes, dentre eles multa prevista de R$10 mil reais mensais para quem descumprir as regras.

DECRETO Nº 021 DE 20 DE MARÇO DE 2020.

Art. 14- A partir de 23/03/2020 ocorrerá o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais pelo período de 15 (quinze) dias, podendo ocorrer a prorrogação em caso de necessidade, com exceção de padarias, farmácias, mercados, supermercados, açougues, postos de gasolina, depósitos de gás, todas atividades de delivery, depósitos de água, lojas de ração e hortifrúti sob pena de multa mensal no valor de R$ 10.000.00 (dez mil reais) na hipótese de descumprimento. Parágrafo único: Ficará a cargo da FEBRABAN a regulamentação do funcionamento dos bancos, casas lotéricas e da Caixa Econômica Federal. Art. 16 - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. GABINETE DO PREFEITO, 20 DE MARÇO DE 2020.

Apesar da recomendação do prefeito Mario Esteves, o comércio não será obrigado a fechar as portas, ao contrário de outras cidades vizinhas, como Volta Redonda, que determinaram o fechamento. Velórios terão no máximo 10 pessoas e foram suspensas a feira livre, visita aos asilos e alguns serviços públicos (Foto: Reprodução Facebook)

Nesta sexta-feira (20), através de uma live em seu facebook, o prefeito Mario Esteves anunciou uma recomendação para fechamento de templos religiosos e comércio a partir da próxima segunda-feira (23) em Barra do Piraí. Segundo o chefe do executivo, nesse momento o isolamento social é fundamental, sem necessário o pânico e sim o alerta. No vídeo, o prefeito estava acompanhado do presidente Associação Comercial e Empresarial de Barra do Piraí (ACEBP), também secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Wagner Aiex; e do secretário de Saúde, Juberto Folena Júnior.

Fora essas recomendações em destaque, o prefeito suspendeu a tradicional feira livre de alimentos que acontece aos domingos, visita aos asilos e alguns serviços públicos, acatando parcialmente a recomendação do Governo do Estado e Nacional, além de limitar os funerais na cidade para o máximo de 10 pessoas por vez. Vale ressaltar que não foi publicado nenhum decreto que obrigue o fechamento das lojas e templos em Barra do Piraí. Apenas foi feita a recomendação, podendo ser acatada ou não pelos comerciantes e líderes reliogos.

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com Wagner Aiex, que confirmou as indicações do prefeito e informou que todas as ações foram decididas com o aval, além do prefeito e sua equipe, da ACEBP e do Sicomercio de Barra do Piraí.

Ainda nesta sexta-feira, às 15h, representantes dos sindicatos de trabalhadores, ACEBP e Sicomercio se reunirão para decidir ações em relação aos direitos dos trabalhadores, a jornada de trabalho e férias coletivas.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Enoch Mello, decisão vai de encontro com o decreto do Governo do Estado e orientação da prefeitura de fiscalizar locais públicos de aglomeração de pessoas (Foto: GMBP)

A Guarda Municipal de Barra do Piraí, cumprindo a determinação do Governo do Estado do RJ, interditou nesta quinta-feira (19) a área de jogos e o coreto da Praça Nilo Peçanha, no Centro de Barra do Piraí, local de aglomeração, principalmente de idosos, que fazem parte do grupo de risco do Covid-19.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Enoch Mello, além da determinação do Estado, a prefeitura de Barra do Piraí orientou a GM para fiscalizar e interditar possíveis locais de aglomeração, com o objetivo de combater a proliferação do Novo Coronavírus.

A área de jogo da Praça Nilo Peçanha costuma encher de idosos, em sua maioria, que gostam de jogar cartas, entre outros jogos.

Durante a paralisação das escolas por, pelo menos, 15 dias, a necessidade de crianças carentes aumentou, principalmente em alimentação. Organização ajuda cerca de 100 crianças de comunidades carentes (Foto: A. Rede)

Durante a paralisação das escolas por 15 dias, previamente, a ONG A. Rede, criada em Barra do Piraí por pessoas dos mais variados perfis, estará recebendo doações de alimentos para aproximadamente 52 famílias carentes de nossa cidade.

Nossa reportagem conversou com Dani Pedroza, uma das diretoras do projeto, que explicou detalhes sobre a organização. “Todos nós que fazemos parte, não temos retorno financeiro nenhum, não somos assalariados e a ONG não possui ligação nenhuma com partidos políticos. Nosso objetivo é formar uma verdadeira rede de proteção e apoio às crianças e aos adolescentes moradores de comunidades de Barra do Piraí”, declarou.

De acordo com a diretora, atualmente A. Rede atende aproximadamente 100 crianças e adolescentes em duas comunidades, Asa Branca e Chácara (Lago Azul), oferecendo escolinhas de música, reforço escolar, educação física, yoga, kickboxing, dança e culinária, além de realizarem acompanhamento social efetivo e regular de cada um dos atendidos; atendimento médico e odontológico; oferece um grupo de preparação para Jovem Aprendiz e realizam cursos profissionalizantes para as mães e avós das crianças.

– Para que isso seja possível, contamos com parcerias, voluntários e apoiadores. Não recebemos nenhum dinheiro público. Acreditamos que a educação, a cultura, o esporte e a arte podem ser instrumentos potentes de cidadania e integração social, além de importantes ferramentas na construção de uma sociedade mais justa e igualitária – explicou Dani Pedroza.

Ajude a ONG A. Rede através dos contatos abaixo

Instagram: @a._rede

Facebook: A. Rede

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Whatsapp: (24) 99909-1961

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!