Segunda, 20 Janeiro 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Troca-troca de cadeiras entre vereadores e suplentes como secretários municipais causam questionamentos sobre o segmento do trabalho (Foto: Reprodução) 

Se na pasta de Esportes a falta de uma decisão oficial sobre quem vai ser o secretário tem afetado o andamento do trabalho, na secretaria de Agricultura foi confirmada a saída de Espedito Monteiro de Almeida (PRB), que retorna a sua cadeira na câmara de vereadores, para a chegada de seu suplente na casa legislativa, Thiago Soares (PRB) que assume até abril a secretaria. Os dois envolvidos confirmaram a mudança através de depoimentos públicos.

Pastor Monteiro, que estava no cargo desde o dia 06 de fevereiro do ano passado, publicou uma nota pedindo desculpas por qualquer erro que tenha cometido e agradecendo aqueles que tiveram compreensão e foram parceiros. “Tenho o entendimento de que ninguém é eterno e que na vida existem etapas. Saio de cabeça erguida e desejo um bom trabalho ao novo secretário, e no que depender de mim, estou aqui para ajudar o governo”, destacou Monteiro.

Agora secretário de Agricultura, Thiago Soares agradeceu o apoio do antigo secretário e comentou para o Jornal Nossa Região sobre os desafios e a importância do trabalho já desenvolvido até o momento. “Agradeço ao prefeito pelo convite e pela confiança na minha pessoa, para dar andamento neste trabalho. Parabenizo o Pastor Monteiro por tudo que fez. Se eu puder fazer melhor vai ser mérito, mas manter o trabalho feito já é um desafio e é nossa meta. Espero contar com a ajuda de todos para dar continuidade ao trabalho”, afirmou Thiago Soares, em entrevista.

Essas mudanças causaram reações diversas entre a população, que busca entender qual o propósito de trocar os secretários, ainda mais que essas mudanças influenciam também na formação dos vereadores na Câmara. Procuramos o prefeito Mario Esteves para detalhar melhor os objetivos da troca, porém, até a publicação dessa reportagem não obtivemos respostas.

Sobre o esporte: na segunda-feira (06) publicamos uma reportagem em que o vereador Paulista (PMBP) afirma faltar “apenas uma assinatura” para confirmar oficialmente sua posse como secretário de Esportes, no lugar de Chico Leite (PMDB), que assumiria sua vaga na Câmara, por ser seu primeiro suplente. Porém, nossa reportagem apurou através de uma fonte de que o atual secretário teria se recusado a abandonar seu cargo para assumir como vereador. Tentamos fazer contato com Paulista, Chico Leite e o prefeito Mario Esteves, mas até essa publicação, nenhuma resposta sobre essa questão foi divulgada.

FOTO PAULISTA E CHICO

Paulista confirma mudança, porém oficialmente Chico Leite continua como secretário de esportes (Foto: Reprodução)

O objetivo é reduzir o ISS para a K-Infra, concessionária que administra a rodovia, de 5% para 2%, e contar com o aumento significativo de emplacamento de veículos no município para obter retorno em receita (Foto: Reprodução)

O vereador Rafael Couto (PR) redigiu um projeto de lei, em coautoria com o presidente da Câmara, Luiz Roberto Tostão (PR), que prevê para os veículos emplacados em Barra do Piraí isenção no pedágio da BR-393 no trecho entre Barra do Piraí e Volta Redonda, administrado pela concessionária K-Infra.

Através das redes sociais, os vereadores destrincharam o projeto: para que os veículos com placas de Barra do Piraí fiquem isentos, a prefeitura terá que reduzir o Imposto Sobre Serviço (ISS) para a concessionária de 5% para 2%. Rafael e Tostão explicam que, apesar de parecer que o município perca renda com isso, em contrapartida a previsão para o número de veículos que serão emplacados no município é de aumento considerável, o que traria retorno em impostos de outra forma e ainda beneficiaria aos moradores, não só dos distritos que perderão a gratuidade no pedágio a partir dessa terça-feira (10), mas de toda a cidade de Barra do Piraí.

Em um vídeo, os vereadores autores do projeto criticam a procuradoria da prefeitura de Barra do Piraí por perder na justiça o prazo de recorrer contra a ação da K-Infra, que derrubou a liminar que concedia isenção no pedágio para moradores dos distritos de Califórnia, Dorândia, São José do Turvo e Vargem Alegre, erro esse denunciado por outro vereador, Cristiano Almeida (PP).

Ao mesmo, elogiou a procuradoria da Câmara, que viu legalidade e autorizou a apresentação do projeto de lei, que deve ir para votação nas próximas sessões legislativas. O prefeito Mario Esteves, que costuma usar suas redes sociais para se posicionar sobre assuntos pertinentes a Barra do Piraí, ainda não se posicionou publicamente sobre o projeto, que dependerá de sua aprovação para se tornar lei.

Reunião aberta ao público será às 19 horas do próximo dia 09, com a presença de moradores de Vargem Alegre, Dorândia, São José do Turvo e Califórnia. Além da isenção de pedágio, a estrada alternativa que liga os distritos a Barra do Piraí também será destaque (Foto: Reprodução) 

Na próxima segunda-feira (09), às 19 horas, será realizada na Câmara Municipal de Barra do Piraí uma audiência pública para tratar sobre a perda de isenção no pedágio e a restauração da estrada alternativa para os moradores dos distritos de Vargem Alegre, Dorândia, São José do Turvo e Califórnia.

A partir do dia 10 de dezembro, os moradores dessa área voltarão a pagar pedágio na BR-393, por determinação do Tribunal Regional Federal, da 2ª Região, do Rio de Janeiro. De acordo com a decisão do desembargador federal, José Antônio Lisboa Neiva, a Estrada Governador Raimundo Padilha serve de ligação entre a sede do município e os distritos envolvidos.

Segundo o representante do TRF-2, a K-Infra Rodovia do Aço, concessionária que administra a BR-393, não tem culpa pela má conservação da estrada, que passava pela antiga Thyssen Fundições, que seria opção para os motoristas destas localidades. O vereador barrense Cristiano Almeida (PP) denunciou através de suas redes sociais que a prefeitura de Barra do Piraí perdeu na justiça o prazo de recorrer contra a ação da K-Infra, que visava derrubar a liminar que concedia isenção no pedágio para moradores dos distritos de Califórnia, Dorândia, São José do Turvo e Vargem Alegre.

Por conta disso, a Justiça deu causa ganha para K-Infra, gerando assim um transito em julgado, ou seja, uma decisão que não cabe mais recurso. O objetivo da audiência é cobrar explicações em relação a isso e buscar alternativas para que os 700 moradores, aproximadamente, daquela área não saiam prejudicados.

Após da decisão do TRF-2, o prefeito de Barra do Piraí, Mario Esteves (PRB), declarou que está mobilizado para resolver esse problema. Segundo uma postagem publicada em seu facebook, em 2017 a sua gestão conseguiu a gratuidade para os moradores dos distritos afetados e que a prefeitura está revitalizando a estrada alternativa (foto abaixo), com o objetivo de deixá-la 100% asfaltada, para atender a localidade.

04estradaalternativa

Foto: Facebook/ Prefeito Mario Esteves

José Gomes Filho é alvo de procedimento administrativo disciplinar na Secretaria de Administração e Recursos Humanos da prefeitura. Marta Maria Medeiros assume em seu lugar temporariamente (Foto: Reprodução)

Em decisão publicada pelo Jornal Nossa Região nesta semana, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) enviou à Prefeitura um pedido de afastamento temporário do conselheiro tutelar José Gomes Filho, reeleito para os próximos três anos, cuja conduta é alvo de procedimento administrativo disciplinar na Secretaria de Administração e Recursos Humanos.

A presidente do conselho, Daniella Maria de Oliveira, cobrou que a administração municipal se posicionasse sobre a permanência do conselheiro no cargo, principalmente depois que as denúncias contra ele, que correm em segredo de justiça, foram divulgadas.

A reportagem do Grupo RBP de Comunicação entrou em contato na manhã desta quinta-feira (24) com o conselho, através do telefone 2442-6038, e falou com o funcionário Cléber, que confirmou a autorização no pedido de afastamento de José Gomes Filho, que é temporário, porém sem data limite divulgada pela Justiça, além da posse da suplente Marta Maria Medeiros Gonçalves, em seu lugar.

Tentamos contato também com o conselheiro afastado através de seu perfil no facebook, mas até a publicação dessa reportagem, ele não havia respondido aos nossos questionamentos. Assim que José Gomes Filho divulgar seu posicionamento, atualizaremos essa matéria.

Os conselheiros tutelares eleitos ficarão na direção de 2020 a 2023.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!