Quarta, 20 Março 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Já são 59 anos de trajetória musical que Roberto Carlos trilhou, cantando suas canções de amor, desilusão e superação, o que fez com que o músico conquistasse seu espaço, se coroasse e ganhasse o título de Rei. Entretanto, esse status não foi concebido apenas pelos brasileiros, mas também por outros fãs do cantor mundo afora. Raquel Tavares , portuguesa e fadista é quem comprova. Em homenagem ao músico, a cantora colaborou com uma produção franco-brasileira trazendo grandes clássicos da carreira do músico para o fado português em um disco inédito e cheio de emoção.

“Eu ouço Roberto Carlos desde 1988 e eu lembro que os vinis que mais tocavam aqui em casa eram dele. Eu sei todas as músicas e realizar esse trabalho foi uma feliz coincidência. Eu não escolhi fazer este álbum, eu fui escolhida”, conta Raquel Tavares ao iG Gente ao relembrar do processo de construção do projeto. De acordo com Tavares, a ideia surgiu do produtor e Max Pierre e a cantora acabou sendo a convidada para interpretar as canções do Rei. “Quando me ligaram falaram sobre essa possiblidade e eu disse ‘como?’, porque era tão inusitado para mim”, completa a cantora.

Para ela, lançar um segundo disco que mantivesse a aceitação do último, “Raquel” (2016) era um desafio, que foi concretizado com sucesso. “É o maior presente de todos numa altura que eu não sabia o que ia fazer como próximo álbum porque o anterior deu muito certo. Este veio como cereja no topo do bolo”, comenta. Apesar de se dedicar anos ao fado português, um gênero musical que já foi considerado Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade pela UNESCO, a cantora revela que sempre teve uma referência do músico em sua mente e que teve todo um cuidado especial para mesclar o português de Portugal com a sonoridade brasileira.

Além da interpretação da portuguesa, o disco também contém participações especiais de Caetano Veloso, na canção “Debaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos” e Ana Carolina, em “De Tanto Amor”. Para Raquel Tavares, os convidados também foram uma surpresa inédita. “Eu não tinha a noção nem intenção de ter ou de pensar em convidar nomes de tamanha grandeza pra um álbum meu. A gente tem a importância que tem e eu sei qual é o meu lugar, então eu nunca pensei na minha vida que Caetano e Ana Carolina aceitassem participar desse disco”, conta a cantora.

As vozes dos artistas surgiram de surpresa para ela, quando ouvia as músicas depois de prontas. “Eu dei um pulo no sofá e gritei: ‘o que é isso’. É inconfundível a voz do Caetano! E então liguei para meu agente e comecei a chorar demais”, relembra. Já com Ana Carolina, as coisas foram mais tecnológicas. “Eu liguei o whatsapp e eu gravei um áudio convidando ela para cantar na música. Eu fiquei muito grata”, conta.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!