Quinta, 09 Abril 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Centenas de pessoas participam do ato em favor dos professores que exigem a implantação do plano de cargos e salários pelo poder público municipal (Foto: João Carlos Paiva)

É realizada neste momento a meia paralisação dos professores da rede municipal de ensino, que começou com concentração na Praça Pedro Cunha (Largo da Feira), em Barra do Piraí, passou agora pela prefeitura, com manifestação, e retorna para o ponto inicial. Centenas de pessoas participam do ato, entre profissionais da educação e população que apoia a causa.

Na semana passada, a coordenadora do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (SEPE), Clarice Ávila, declarou em uma entrevista exclusiva para a nossa reportagem, que a paralisação foi oficializada na assembleia da categoria da última terça-feira (22) e tem como principal reivindicação o plano de cargos e salários, que é discutido desde o inicio da atual gestão, mas ainda não foi implantado.

Também exclusivamente para a nossa reportagem, o prefeito Mario Esteves se posicionou sobre a meia paralisação dos professores. “O plano de cargos e salários foi licitado e eu recebi os professores na prefeitura por, pelo menos quatro vezes. A pauta deles é justa, porém, acredito que esse ato seja exagerado, uma forçação de barra. Existem os trâmites legais para a implantação, já tem uma empresa contratada para fazer o serviço e o plano sairá do papel. Deixei isso claro nas outras reuniões que tivemos, porém, essa última teve que ser desmarcada.” Disse.

A previsão é que a manifestação se encerre por volta das 14h, quando os profissionais retornam para seus postos de trabalho, cumprindo assim a meia paralisação.

ATUALIZAÇÃO 12h: Ao todo, entre 100 e 200 pessoas aderiram ao movimento, ao contrário do número publicado anteriormente (70 pessoas). O número oficial ainda não foi divulgado.

ATUALIZAÇÃO 17h20: Assim que terminou a manifestação, a prefeitura lançou uma nota oficial através de suas redes sociais confirmando uma reunião com os representantes do SEPE, na próxima quarta-feira (30), às 10h, no gabinete do prefeito Mario Esteves. Segue abaixo a nota na íntegra.

NOTA OFICIAL 

A Prefeitura de Barra do Piraí informa que já realizou reuniões, por mais de uma vez, com representantes do Sepe. Apenas uma reunião foi desmarcada, em virtude de agenda do prefeito Mario Esteves em Brasília. O Executivo propôs aos manifestantes uma próxima reunião nesta quarta-feira, 30, o que foi aceita pelos representantes da categoria, às 10 horas, no Gabinete Municipal. A prefeitura reitera a sua postura de total transparência e disposição para o diálogo, bem como reafirma o compromisso com a Educação, principalmente através das reformas de mais de 20 escolas municipais, em andamento, e a convocação de mais de 180 professores para suprir o déficit da rede.

28protestoprofessores228protestoprofessores2

Fotos: João Carlos Paiva

Ação será realizada na próxima segunda (28) e, segundo coordenadora do SEPE, tem por objetivo cobrar o prefeito Mario Esteves por plano de cargos e salários, que ainda não foi implantado em Barra do Piraí (Foto: Divulgação SEPE)

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (SEPE) organiza para a próxima segunda-feira (28) uma meia paralisação com ato municipal, com concentração na Praça Pedro Cunha (Largo da Feira), em Barra do Piraí.

Segundo o comunicado oficial do sindicato, os professores trabalham pela manhã até às 9h30. Das 10 às 14h será realizado o encontro dos profissionais, com músicas de luta, apresentação de panorama nacional sobre a situação das escolas e profissionais da educação para a população e caminhada até a prefeitura com manifestos. No cartaz divulgado através das redes sociais, o SEPE afirma que o prefeito Mario Esteves não cumpriu com seu compromisso em relação aos direitos dos profissionais da educação municipal. A partir das 14h30, os professores retornam as salas de aula.

Segundo a coordenadora do SEPE, Clarice Ávila, a paralisação foi oficializada na assembleia da categoria da última terça-feira (22) e tem como principal reivindicação o plano de cargos e salários, que é discutido desde o inicio da atual gestão, mas ainda não foi implantado. De acordo com a coordenadora, o prefeito agendou para o último dia 14 uma reunião com o sindicato para esclarecer o projeto, porém, o encontro foi cancelado sem justificativa. Com isso, os profissionais decidiram por realizar essa meia paralisação, para chamar a atenção do governo para a importância de agilizar esse plano. Caso o órgão público não se manifeste, eles pensam em organizar uma greve geral da categoria em breve.

Nossa equipe de reportagem tentou contato com a secretaria de Educação de Barra do Piraí, através do telefone (24) 2442-1302, porém, sem sucesso. Deixamos também uma mensagem no whatsapp pessoa do prefeito Mario Esteves e estamos no aguardo de seu posicionamento sobre o ato. Assim que uma nota oficial for divulgada, atualizaremos essa matéria.

Atualização 17h: 24 de outubro de 2019 

Através do whatsapp, prefeito Mario Esteves se posicionou sobre a meia paralisação dos professores. “O plano de cargos e salários foi licitado e eu recebi os professores na prefeitura por, pelo menos 4 vezes. A pauta deles é justa, porém, acredito que esse ato seja exagerado, uma forçação de barra. Existem os trâmites legais para a implantação, já tem uma empresa contratada para fazer o serviço e o plano sairá do papel. Deixei isso claro nas outras reuniões que tivemos, porém, essa última teve que ser desmarcada.” Disse o prefeito.

São oferecidas vagas para ensino fundamental, médio e técnico. Interessados devem se inscrever através do site da Ibam, banca responsável pela aplicação da prova (Foto: Reprodução site Ibam) 

Foram abertas nessa quarta-feira (16) as inscrições para o concurso público da prefeitura de Piraí. Os cadastros devem ser feitos pelo site da Ibam, banca responsável pela aplicação da prova, até o dia 7 de novembro. A taxa para cargos de nível superior é R$ 80, e a dos níveis médio técnico e fundamental R$ 60.

As vagas disponíveis são para ensino fundamental, médio e técnico, e cada cargo exige um tipo de escolaridade. São oferecidas vagas para Inspetor de Alunos; Auxiliar de Creche; Secretário Escolar Técnico de Suporte Local; Técnico de Laboratório; Docente

Procurador Jurídico; Psicólogo; Odontologista (Denturista); Médico (Pediatra); Médico (Pneumologista); Médico (Plantonista); Médico (Psiquiatra); Médico Veterinário

Odontologista (Bucomaxilofacial); Farmacêutico; Especialista de Educação; Especialista de Educação; Enfermeiro; e Engenheiro.

A prova será aplicada no dia 8 de dezembro, o gabarito será disponibilizado no dia seguinte e o resultado final do concurso será divulgado no dia 10 de fevereiro de 2020.

Clique aqui para conferir o edital.

O Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) realizou uma pesquisa com 35.760 jovens, entre 15 e 28 anos, para saber: “quando você lê ou recebe fake news, o que faz?”. O resultado revelou a busca pela verdade. Realizado entre 2 e 13 de setembro de 2019, o estudo feito a nível nacional teve quatro principais respostas. Dentre elas, “sempre checo as informações antes de comentar ou compartilhar” foi apontada pela maioria, 77,76% ou 27.807 votantes, como o hábito adotado no dia a dia. Ainda nessa linha, a opção: “nunca acredito nessas notícias ou espalho para outros indivíduos” foi mencionada por 19,78% (7.075).

A afirmação vai ao encontro da terceira alternativa mais citada. Assim, com 1,76%, 631 participantes enfatizaram: “eu já fui vítima, enviei para meus amigos e passei vergonha depois”. Para esses, é sempre válido fazer uma retratação no mesmo canal utilizado para a divulgação indevida, esclarecendo o ocorrido. Por fim, há quem diga: “eu acho importante compartilhar para ver o "circo pegar fogo"”. Essa foi a visão de 0,69% (247 pesquisados). 

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!