Quarta, 28 Outubro 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Após desgaste na antiga secretaria e transição para novo posto, Juberto tem desafio de buscar soluções para diminuir os impactos da pandemia no setor (Foto: Reprodução)

Nesta terça-feira (01), o ex-secretário de Saúde, Juberto Folena de Oliveira Júnior, assumiu a pasta de Turismo, Eventos, Lazer e Cultura de Barra do Piraí, conforme antecipado por nossa equipe de reportagem, após o polêmico pedido de desligamento do então chefe da Saúde por um suposto mal estar interno na secretaria, até hoje não confirmado pelo próprio.

Segundo o site da prefeitura, a decisão foi tomada com o objetivo de promover uma transição para 2021, planejando e deixando eventos organizados para a próxima gestão, como, por exemplo, a possibilidade de realização do Carnaval 2021 no mês de junho, por conta do avanço do novo coronavírus. Porém, segundo novo secretário, a principal meta é buscar soluções para diminuir os impactos da pandemia no setor, por meio de tecnologia e iniciativas inovadoras para o desenvolvimento sustentável em uma situação de crise.

Juberto garante que vai aproveitar esse momento para iniciar uma ação de revitalização do prédio e dos equipamentos da Secretaria de Turismo, Eventos, Lazer e Cultura, com recurso próprio e através de parceria pública privada, com o objetivo de “resgatar o valor histórico, valorizar os agentes públicos, alinhar estratégias para todos os setores, criar  um plano inédito de impulsionamento econômico, com ações de marketing turístico e de eventos”.

Clique aqui para relembrar troca de Juberto, ex-secretário de Saúde para Turismo e Cultura

A polícia interrompeu uma rave (evento de longa duração, geralmente acima de 12 horas) ilegal durante a madrugada em uma floresta na Região Leste da Inglaterra, dias depois de o governo britânico determinas medidas mais duras para combater "violações graves" das restrições contra covid-19, incluindo multas de 10 mil libras (US$ 13 mil). A informação é da Agência Brasil.

Dezenas de policiais, alguns segurando escudos de proteção, abordaram os participantes na floresta de Thetford, mas, apesar de algumas brigas, o grupo foi amplamente disperso de maneira pacífica. Não parece ter havido nenhuma prisão e a polícia desmontou o sistema de som.

Antes de um feriado bancário de três dias, o governo havia dito que "aqueles que facilitarem ou organizarem raves ilegais, eventos musicais não licenciados ou qualquer outra reunião ilegal de mais de 30 pessoas podem ser multados em 10 mil libras". “Eu entendo que as pessoas não deveriam se reunir em grupos de acima de 30, mas todos estão ansiosos para socializar e sair à noite”, disse um participante.

A polícia teve que interromper várias raves ilegais em outras partes da Inglaterra, enquanto o governo tenta um equilíbrio entre a abertura da economia, o afrouxamento de restrições e a proteção da saúde pública.

O Diário Oficial da União publica, nesta quinta-feira (27), portaria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulga as estimativas da população para estados e municípios, com data de 1º de julho de 2020. A informação é da Agência Brasil

As estimativas mostram que o Brasil já tem uma população de 211.755.692 de pessoas. Em 2019, a população estimada era de 210.147.125 pessoas. De acordo com a projeção, o Brasil ganhou mais 1,6 milhão de habitantes em relação ao ano passado,

Os estados mais populosos são: São Paulo (46.289.333), Minas Gerais (21.292.666) e Rio de Janeiro (17.366.189).

O Distrito Federal já conta com uma população de 3.055.149 habitantes. Roraima é o estado com a menor estimativa populacional (631.181).

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) determina a reabertura das unidades de conservação federais para visitação pública, a partir de hoje. A portaria com a medida está publicada no Diário Oficial da União de hoje. A informação é da Agência Brasil.

As unidades estavam fechadas desde 22 de março de 2020, por força da Portaria ICMBio nº 227/2020, que suspendeu a visitação pública por tempo indeterminado, em função da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o documento, a reabertura será de forma gradual e monitorada, mediante cumprimento dos protocolos de segurança sanitária estabelecidos pelos estados e municípios em que se encontra localizada a unidade de conservação.

A reabertura deverá respeitar as ações de prevenção e a retomada das atividades de turismo e atrativos naturais estabelecidos pelos estados e municípios.

Para as unidades que detenham contrato de concessão de uso público, a volta da visitação deverá ser pactuada entre o poder concedente e a concessionária.

As medidas se aplicam a todos os prestadores de serviços, agências e operadores de turismo que atuam na unidade de conservação.

Prevenções As atividades poderão ser realizadas observando as seguintes medidas de prevenção, sem prejuízo das diretrizes determinadas pelos estados e municípios:

1 - Uso obrigatório de máscara de proteção facial cobrindo a região do nariz e boca, ainda que artesanal, durante todo o período que estiver no interior da unidade de conservação.

2 - Disponibilizar álcool gel 70% ou produto de higienização para as mãos nas estruturas abertas à visitação e nos transportes terrestres e aquaviários, por meio dos operadores e prestadores de serviços.

3 - Para os atrativos que constituem a obrigatoriedade de uso de algum equipamento de proteção individual - EPI, estes não poderão ser compartilhados sem a higienização e desinfecção dos equipamentos.

4 - Manter ambientes bem ventilados, com janelas e portas abertas, sempre que possível.

5 - Promover com frequência a limpeza e desinfecção dos ambientes de uso comum.

6 - Remover jornais, revistas, panfletos e livros dos locais de comum acesso para evitar a transmissão indireta.

7 - Estimular e priorizar a venda on-line de ingressos, serviços e/ou agendamentos, ou organizar o atendimento em filas para evitar aglomerações, considerando a marcação no piso com distanciamento de 2 metros entre as pessoas.

8 - Manter o distanciamento mínimo de 2 metros entre os sofás, mesas, cadeiras e bancos dos espaços comuns.

9 - Proceder a higienização e desinfecção de objetos (inclusive cardápios) e superfícies comuns, como as mesas e cadeiras após cada utilização.

10 - As máquinas de débito e crédito devem estar fixas ou envelopadas com filme plástico e desinfetadas após cada uso.

11 - Os transportes terrestres e aquaviário de visitantes deverão priorizar a ventilação natural. Ao final de cada viagem, promover a limpeza e desinfecção dos veículos.

12 - Respeitar a capacidade de transporte de cada tipo de veículo e evitar superlotação e/ou aglomeração.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!