Quarta, 20 Março 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Morreu nesta terça-feira, 12, aos 74 anos, após lutar contra um câncer no cérebro, o atual presidente do Conselho Benemérito do Vasco da Gama, Eurico Miranda, ex-presidente do Cruzmaltino. Eurico também foi eleito deputado federal por dois mandatos, nos pleitos de 1994 e 1998. Nos últimos anos, a família do dirigente havia montado uma UTI em casa, e as aparições públicas de Eurico se tornaram cada vez mais raras.

Eurico Miranda foi vice-presidente do Vasco da Gama entre os anos de 1990 e 2002. chegando à presidência do clube em duas ocasiões: de 2003 a 2008 e 2015 a 2017. Esteve presente em algumas das principais conquistas do clube, como o Campeonato Brasileiro de 1997, a Taça Libertadores de 1998 e as copas João Havelange e Mercosul em 2000. 

O velório de Eurico Miranda acontece a partir das 18 horas desta terça-feira, 12 na capela Nossa Senhora das Vitórias, na sede do Vasco da Gama, em São Januário, e o enterro acontece no cemitério São João Batista na tarde de quarta-feira, 13. 

No dia em que cidade comemorou 129 de emancipação, Barra do Piraí venceu nesse domingo (10) por 6 a 2 a equipe de Levy Gasparian, pela primeira rodada da Copa Rio Sul de Futsal.

Os gols de Barra foram marcados por Jhon Jhon (3), Êti, Silas e Álefe (contra). Alan e Thiago descontaram para a equipe derrotada. Com a vitória, Barra do Piraí pula para a liderança do grupo B com 3 pontos. Já Levy Gasparian ocupa a lanterna, ainda sem pontuar. Vassouras e Sapucaia fecham a primeira rodada da chave nessa quarta-feira, às 20h, no Ginásio dos Santos Anjos, em Vassouras. O time que folga na rodada é Três Rios.

Após três derrotas em três amistosos de preparação, a vitória na estreia da competição foi encarada pelo elenco e comissão técnica com alívio e com a certeza de que o trabalho vai render frutos. Barra do Piraí volta à quadra no próximo sábado (16), fora de casa, contra a fortíssima equipe de Três Rios, apontada como uma das favoritas ao título da competição.

Nesta segunda-feira, 25, morreu, aos 72 anos o jornalista Roberto Avallone. Durante a madrugada, ele passou mal, chegou a ser socorrido e levado ao hospital Santa Catarina, em São Paulo, mas não resistiu. Nascido em 22 de fevereiro de 1947, Roberto Francisco Avallone trabalhou no Jornal da Tarde e teve passagens por TV Gazeta, RedeTV! e Bandeirantes, comandando mesas-redondas, e recentemente participava de programas do canal pago SporTV. Ficou conhecido pela irreverência através de bordões como “no pique”, “interrogação” e “exclamação”, que dizia a cada final de frase.Roberto ainda passou por rádios como Jovem Pan, Globo e Bandeirantes, mantendo atualmente também um blog no portal UOL.

Em seu último post, publicado ainda nesta madrugada na Internet,  Avallone abordou a questão da escassez de bons centroavantes no futebol, defendendo que o setor tivesse um treinador específico, como os goleiros têm. Ele cita os casos de Pedro, do Fluminense, voltando de lesão, Roberto Firmino, do Liverpool, que se machucou, e Gabriel Jesus, do Manchester City, que caiu de produção. Ele argumenta que, conforme adotou-se o uso do profissional, o país tornou-se referência em arqueiros, e acredita que um “Mestre” aos candidatos a artilheiro é o mínimo que o futebol atualmente pode oferecer.

“Quando se vê um Borja perder inacreditável série de ‘gols feitos’ ou outro centroavante similar desperdiçar chances claras, logo vem a sentença: ‘o técnico teria de ensinar’. Não é assim: o treinador não tem obrigação de ser o Mestre em todos os fundamentos. Assim como Waldir Joaquim de Moraes. grande goleiro do passado. ajudou aos que estavam iniciando a carreira, só traria benefícios aos candidatos a artilheiros(hoje, estamos mais nesse ítem). se um Zico ensinasse as manhas dos dribles e dos arremates, se um Petkovic ajudasse os canhotos a fazer o que ele fazia. se um Evair desvendasse para os garotos os segredos dos chutes e das cabeçadas”, concluiu

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório ou enterro de Roberto Avallone. 

A equipe de futsal de Barra do Piraí, que irá representar a cidade na Copa Rio Sul, que começará em março, fará amanhã (23) seu primeiro amistoso preparatório para a competição contra Valença, no Clube dos Coroados, às 14h, na cidade vizinha.

O técnico barrense Alessandro Rocha, experiente a frente da equipe, está confiante para essa temporada. Com a mudança do regulamento (agora só podem atuar jogadores que votaram na cidade a partir de 2016, pelo menos), o treinador acredita que Barra do Piraí chega forte para a competição por possuir uma base já formada.

Alessandro declarou para a nossa reportagem que o principal objetivo agora é criar um entrosamento entre os atletas nesse primeiro amistoso, contra Valença, e no próximo contra Piraí, também fora de casa e sem data ainda definida.

Nessa temporada, mais uma vez a prefeitura apoiará o elenco com uniformes, transportes, logística e estrutura para os jogos. Ontem à tarde (21), foi recepcionada, no gabinete do prefeito Mario Esteves (foto), a direção da Fundação Dom André Arcoverde (FAA), para a apresentação dos uniformes dos atletas barrenses. A instituição patrocinou as vestimentas, que incluem o jogo de camisas, shorts e meiões, tendo como cores predominantes o branco e o azul, marcas da cidade, além do brasão municipal e a logomarca da FAA.

Barra do Piraí caiu no grupo B da competição, com a forte Três Rios de cabeça de chave, além das tradicionais Vassouras, Sapucaia e Levy Gasparian, todos lutando por duas vagas nas quartas-de-final.

Foto: Divulgação PMBP

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!