Sexta, 19 Abril 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Ministério Público cumpre mandados contra grupo que manipulava resultados de jogos do Barra Mansa Futebol Clube

Uma operação foi realizada na manhã desta quinta-feira (27) para cumprir mandados de busca e apreensão contra um grupo criminoso organizado suspeito de obter vantagens mediante manipulação de resultados de partidas de futebol do Barra Mansa Futebol Clube. Os crimes foram identificados em jogos na série B1 do campeonato estadual do Rio de Janeiro.

A ação é feita pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor (GAEDEST/MPRJ) e da Promotoria de Investigação Penal de Barra Mansa, em conjunto com a Delegacia do Consumidor (Decon). Por volta de 8h40, um carro importado de luxo de um dos envolvidos tinha sido apreendido pela polícia.

Os denunciados Lincoln Vinícius da Silveira Aguiar, à época gerente de futebol do Barra Mansa Futebol Clube, acompanhado por Anderson Martins, presidente do clube, em acordo com Ezequia de Oliveira, proprietário da empresa Agesport, responsável pela administração e logística da equipe, eram responsáveis por oferecer aos jogadores do Barra Mansa Futebol Clube vantagem financeira ilícita para aceitarem “entregar” (perder) jogos disputados pela equipe de futebol. Segundo a denúncia oferecida pelo GAEDEST/MPRJ à Justiça, a quadrilha atuava junto aos interesses de uma máfia internacional de apostas e manipulação de resultados de eventos esportivos, cujo representante ainda não foi identificado. A vantagem patrimonial aceita pelos denunciados consistia no pagamento de quantias entre R$ 35 mil e até mais de R$ 150 mil por cada jogo em que o Barra Mansa fosse derrotado de acordo com o interesse da referida máfia.

A denúncia descreve uma reunião em que os três dirigentes prometeram pagamentos para alguns jogadores para que perdessem por 4 x 0 a partida entre as equipes do Barra Mansa e Audax, válida pela série B do Campeonato Estadual de Futebol do Rio de Janeiro, realizada em 25/06/2017. A derrota buscava concretizar o acerto celebrado com a máfia internacional de apostas e manipulação de resultados. Os jogadores refutaram a proposta ilícita.

Carro importado de luxo apreendido na ação em Barra Mansa — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!