Segunda, 09 Dezembro 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Barra do Piraí tem um jogo decisivo nessa quarta-feira (21), às 20h, contra Vassouras, pela Copa Rio Sul de Futsal. Atualmente na quarta posição do Grupo B, com três pontos, uma vitória, uma derrota e com menos um gol de saldo, Barra do Piraí recebe no Ginásio Municipal Jacyr Antonio Abbud, no Matadouro, Vassouras que atualmente lidera o grupo com duas vitórias, uma derrota e um jogo a mais que Barra.

Em um dos grupos mais equilibrados do torneio, Barra do Piraí precisa vencer em casa praticamente todos os jogos, para pensar em se classificar em um grupo que possui a favorita Três Rios, base do elenco atual campeão de Paulo de Frontin, no ano passado, e a tradicional heptacampeã Vassouras, treinada pelo barrense e experiente Max Silva, referência de futsal na região.

Com um elenco jovem, a equipe barrense terá um desfalque importante: o capitão e experiente Paulo Henrique foi expulso no último jogo, derrota diante de Três Rios, 6 a 1, fora de casa. Caso vença, Barra do Piraí pode pular para a liderança do grupo, empatando em pontos com Vassouras e superando o atual saldo do líder que é de 5 gols positivo, contra um gol negativo de Barra.

Foto: Reprodução

Morreu nesta terça-feira, 12, aos 74 anos, após lutar contra um câncer no cérebro, o atual presidente do Conselho Benemérito do Vasco da Gama, Eurico Miranda, ex-presidente do Cruzmaltino. Eurico também foi eleito deputado federal por dois mandatos, nos pleitos de 1994 e 1998. Nos últimos anos, a família do dirigente havia montado uma UTI em casa, e as aparições públicas de Eurico se tornaram cada vez mais raras.

Eurico Miranda foi vice-presidente do Vasco da Gama entre os anos de 1990 e 2002. chegando à presidência do clube em duas ocasiões: de 2003 a 2008 e 2015 a 2017. Esteve presente em algumas das principais conquistas do clube, como o Campeonato Brasileiro de 1997, a Taça Libertadores de 1998 e as copas João Havelange e Mercosul em 2000. 

O velório de Eurico Miranda acontece a partir das 18 horas desta terça-feira, 12 na capela Nossa Senhora das Vitórias, na sede do Vasco da Gama, em São Januário, e o enterro acontece no cemitério São João Batista na tarde de quarta-feira, 13. 

No dia em que cidade comemorou 129 de emancipação, Barra do Piraí venceu nesse domingo (10) por 6 a 2 a equipe de Levy Gasparian, pela primeira rodada da Copa Rio Sul de Futsal.

Os gols de Barra foram marcados por Jhon Jhon (3), Êti, Silas e Álefe (contra). Alan e Thiago descontaram para a equipe derrotada. Com a vitória, Barra do Piraí pula para a liderança do grupo B com 3 pontos. Já Levy Gasparian ocupa a lanterna, ainda sem pontuar. Vassouras e Sapucaia fecham a primeira rodada da chave nessa quarta-feira, às 20h, no Ginásio dos Santos Anjos, em Vassouras. O time que folga na rodada é Três Rios.

Após três derrotas em três amistosos de preparação, a vitória na estreia da competição foi encarada pelo elenco e comissão técnica com alívio e com a certeza de que o trabalho vai render frutos. Barra do Piraí volta à quadra no próximo sábado (16), fora de casa, contra a fortíssima equipe de Três Rios, apontada como uma das favoritas ao título da competição.

Nesta segunda-feira, 25, morreu, aos 72 anos o jornalista Roberto Avallone. Durante a madrugada, ele passou mal, chegou a ser socorrido e levado ao hospital Santa Catarina, em São Paulo, mas não resistiu. Nascido em 22 de fevereiro de 1947, Roberto Francisco Avallone trabalhou no Jornal da Tarde e teve passagens por TV Gazeta, RedeTV! e Bandeirantes, comandando mesas-redondas, e recentemente participava de programas do canal pago SporTV. Ficou conhecido pela irreverência através de bordões como “no pique”, “interrogação” e “exclamação”, que dizia a cada final de frase.Roberto ainda passou por rádios como Jovem Pan, Globo e Bandeirantes, mantendo atualmente também um blog no portal UOL.

Em seu último post, publicado ainda nesta madrugada na Internet,  Avallone abordou a questão da escassez de bons centroavantes no futebol, defendendo que o setor tivesse um treinador específico, como os goleiros têm. Ele cita os casos de Pedro, do Fluminense, voltando de lesão, Roberto Firmino, do Liverpool, que se machucou, e Gabriel Jesus, do Manchester City, que caiu de produção. Ele argumenta que, conforme adotou-se o uso do profissional, o país tornou-se referência em arqueiros, e acredita que um “Mestre” aos candidatos a artilheiro é o mínimo que o futebol atualmente pode oferecer.

“Quando se vê um Borja perder inacreditável série de ‘gols feitos’ ou outro centroavante similar desperdiçar chances claras, logo vem a sentença: ‘o técnico teria de ensinar’. Não é assim: o treinador não tem obrigação de ser o Mestre em todos os fundamentos. Assim como Waldir Joaquim de Moraes. grande goleiro do passado. ajudou aos que estavam iniciando a carreira, só traria benefícios aos candidatos a artilheiros(hoje, estamos mais nesse ítem). se um Zico ensinasse as manhas dos dribles e dos arremates, se um Petkovic ajudasse os canhotos a fazer o que ele fazia. se um Evair desvendasse para os garotos os segredos dos chutes e das cabeçadas”, concluiu

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório ou enterro de Roberto Avallone. 

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!