Terça, 22 Outubro 2019
previous arrow
next arrow
Slider

O governador Wilson Witzel participou, na manhã de sábado, 9, da inauguração da Arena Esportiva Municipal em Volta Redonda. A obra, uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal, tem como objetivo promover a qualidade de vida da população, com foco no incentivo ao esporte na cidade e no Sul Fluminense.

"A Arena é fundamental para o desenvolvimento do esporte na região. É uma arena de qualidade internacional e que vai possibilitar que o secretário Felipe Burnier e o prefeito Samuca tragam competições para cá. E nós, inclusive, vamos estimular as competições interescolares", disse Witzel.

No seu discurso de inauguração, o governador sugeriu que a Arena Esportiva receba o nome de Arthur Vinícius, nascido em Volta Redonda e uma das 10 vítimas do incêndio do CT do Flamengo.

"É uma sugestão minha num momento de dor de todos nós e da família. Esses garotos morreram sonhando e serão sempre lembrados aqui nessa Arena, através do Arthur Vinicius", afirmou o governador.

A inauguração, aberta à população, contou com uma programação especial. Durante o evento foram promovidos treinos abertos de equipes de corrida, apresentação de luta e de capoeira, além de atividades recreativas.

"Estou muito emocionado, esse é um momento especial e, ao mesmo tempo, triste para todos nós. Vamos nos organizar em conjunto para trazer grandes eventos para Volta Redonda", disse o secretário de Esporte e Lazer e Juventude, Felipe Burnier.

Localizada na Avenida Nossa Senhora do Amparo, a Arena Esportiva Municipal passou por obras, recebendo serviços de pintura, implantação de gramados, jardinagem, reparos de tampas, bueiros, banheiros e vestiários, acabamentos e limpeza geral.

O prefeito Samuca Silva destacou a importância da Arena para o esporte da cidade e região. "Volta Redonda conta, agora, com um excelente equipamento público para a formação de futuros atletas, com toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento do esporte olímpico", conclui.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o secretário estadual de Turismo, Otavio Leite, apresentaram na noite desta quinta-feira (24/01) a oficialização da candidatura do Maracanã para sediar a final da Copa Libertadores da América 2020. O pedido foi entregue ao presidente eleito da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, e ao presidente da Confederação Sul Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Domínguez, durante a cerimônia de sorteio da fase de grupos da Copa América, na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.

"Trouxe o requerimento, junto com o nosso secretário de Turismo, para sediar a final da Libertadores em 2020, quando o Maracanã vai comemorar 70 anos. O Rio de Janeiro precisa desses eventos, porque é o que traz o turismo, riqueza, emprego, oportunidade e, por isso, estou muito feliz de estar participando desse sorteio", disse o governador.

O secretário de Turismo disse que o estado vai se preparar para o evento como uma oportunidade histórica para o segmento turístico. "O Rio de Janeiro pelas suas características históricas e culturais é uma espécie de estado síntese do Brasil. Portanto, a final do torneio no Maracanã representará todo o contexto do futebol do país. Sejam quais forem as agremiações, vamos nos preparar para fazer um evento histórico e acolher de braços abertos os turistas", ressaltou Otavio Leite.

O Maracanã já foi sede da final da Copa Libertadores da América em três edições desde quando foi criado o torneio, em 1960. Em 1981, 1998 e 2008 as finais entre Flamengo e Cobreloa, Vasco da Gama e Barcelona e Fluminense e LDU Quito aconteceram no estádio, que também já serviu de palco para outros torneios internacionais de futebol. A disputa é aberta aos campeões dos campeonatos nacionais das federações filiadas à Conmebol.

 

Mais uma vez, a garotada do Volta Redonda comandada pelo técnico Neto Colucci (foto), fez história e despachou na Rua Javari o todo poderoso Atlético Mineiro por 2 a 0, gols de Caio e Markinhos, e com o resultado avança para as quartas-de-final da Copa SP de Futebol Júnior.

Desde o primeiro tempo mostrando ímpeto ofensivo, o Voltaço criou muitas chances de gol, mas não conseguiu abrir o placar. Apenas na segunda etapa, Caio aproveitou o vacilo do goleiro adversário para, de cabeça, colocar a equipe sul-fluminense em vantagem no marcador.

Após sair na frente, os jovens atletas aurinegros mostraram maturidades, se seguraram bem na defesa e mataram o jogo no fim da partida com o camisa 10 Markinhos, jogador que vem sendo decisivo entrando sempre na segunda etapa.

Com a vitória, o Volta Redonda segue fazendo história em sua melhor campanha na principal competição de base do Brasil, e agora espera o vencedor de Vasco da Gama e Coritiba (que jogam logo mais) para saber seu adversário nas quartas.

Foto: Reprodução Sportv

O Volta Redonda vai estrear nesta sexta-feira na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O primeiro compromisso é contra o Paraná, em jogo marcado para as 17h15, no Canindé. Atento às qualidades do adversário, o técnico Neto Colucci sabe das dificuldades de enfrentar logo de cara uma equipe de nome no futebol nacional, mas garante que entrará em campo com a mentalidade para buscar os três pontos.

— Estudamos bastante o Paraná, que tem uma equipe inteligente e que impõe uma marcação muito forte, intensa. Porém, não vamos fugir das nossas características e vamos entrar em campo para jogar o nosso jogo e buscar um bom resultado. Vamos tentar em alguns momentos impor o nosso ritmo para desacelerar o deles. Para isso, elaboramos algumas estratégias para neutralizarmos os pontos fortes do Paraná e procurar explorar os pontos fracos deles – destacou o treinador, que treinou o Pérolas Negras na terceira divisão do Carioca em 2018.

Esta será a quarta participação do Voltaço na Copinha. Nas duas primeiras, foi eliminado logo na primeira fase. A melhor campanha foi feita no ano passado, quando chegou de forma inédita à segunda fase da competição.

Para este ano, o elenco foi formado por pratas da casa que subiram recentemente de categoria, entre eles atletas que conquistaram a Taça Rio Sub-17 em 2018. O grupo é completado por jogadores que disputaram a Copinha no ano passado, além de alguns reforços.

— O Volta Redonda chega com uma safra que já vem sendo trabalhada há quatro anos. Conseguimos formar uma equipe com um equilíbrio bom, guerreira e com uma qualidade técnica muito boa. Acredito que vamos conseguir fazer uma boa campanha e brigar pela classificação - disse Neto Colucci.

O Volta Redonda está no grupo 32, junto com Paraná, Portuguesa-SP e Santo André. Os próximos jogos serão na segunda-feira, contra a Lusa, e na quinta-feira, contra o Santo André.

Informações do Globoesporte.com 

Foto: Divulgação VRFC

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!