Domingo, 27 Setembro 2020

Setembro Amarelo: campanha é marco da prevenção de suicídios, segunda maior causa de morte de jovens em todo o mundo

Segundo OMS, cerca de 800 mil suicídios foram registrados em todo mundo, uma das principais causas de mortes de pessoas entre 15 e 29 anos. Conheça as iniciativas e ações para prevenção, incluindo em Barra do Piraí

Anualmente, o mês de setembro é dedicado à prevenção de suicídios, lembrado sempre pela campanha ‘Setembro Amarelo’. A cor é em memória a Michael Emme, jovem de 17 anos de Westminster, Colorado, EUA, que tirou a própria vida dentro de seu carro favorito, um Ford Mustang de cor amarela restaurado por ele próprio, nos últimos minutos do dia 08 de setembro de 1994.

No velório de Mike, como o jovem era conhecido, os pais dele distribuíram os chamados Yellow Ribbon, laços de cor amarela, como uma lembrança do rapaz. Junto ao laço, cartões com a mensagem: "se você está pensando em suicídio, entregue este cartão a alguém e peça ajuda!”; a iniciativa se espalhou pelo país e, de acordo com a Fundação que leva o mesmo nome da iniciativa, foram evitados pouco mais de 115 mil suicídios entre jovens nos últimos 25 anos.

Mesmo assim, de acordo com estatísticas da Organização Mundial de Saúde (OMS), ocorrem cerca de 800 mil suicídios em todo o mundo, sendo esta uma das principais causas de mortes de jovens de 15 a 29 anos, atrás apenas de acidentes de trânsito.

Ainda conforme o órgão, o Brasil é o oitavo país com mais registros em todo o mundo, atrás de Índia, China, Estados Unidos, Rússia, Japão, Coreia do Sul e Paquistão. 79% dos casos ocorrem em países de baixa e média renda. De acordo com a organização ChildFund Brasil, tirar a própria vida está frequentemente ligado a fatores como transtornos mentais e uso de drogas.

Iniciativas

10 de setembro é dia de prevenção ao suicídio. Além da campanha e da fundação Yellow Ribbon, existem diversas iniciativas que vêm sendo realizadas com o objetivo de alertar e orientar a pedir ajuda. O Ministério da Saúde oferece este suporte de maneira remota, em virtude da pandemia do novo coronavírus: a seção "Saúde Brasil" do portal (saudebrasil.saude.org.br) disponibiliza dicas de ações e hábitos para manutenção da saúde física e emocional, e o Centro de Valorização à Vida (CVV) também disponibiliza de material completo no auxílio à saúde mental (ver tópico "Prevenção e Controle").

Prevenção e controle

Suicídios são evitáveis. Há uma série de medidas que podem ser tomadas junto à população, subpopulação e em níveis individuais para prevenir o suicídio e suas tentativas, incluindo:

- Redução de acesso aos meios utilizados (por exemplo, pesticidas, armas de fogo e certas medicações);

- Cobertura responsável pelos meios de comunicação;

- Introdução de políticas para reduzir o uso nocivo do álcool;

- Identificação precoce, tratamento e cuidados de pessoas com transtornos mentais ou por uso de substâncias, dores crônicas e estresse emocional agudo;

- Formação de trabalhadores não especializados em avaliação e gerenciamento de comportamentos suicidas;

- Acompanhamento de pessoas que tentaram suicídio e prestação de apoio comunitário.

No Brasil, o Centro de Valorização à Vida (CVV) disponibiliza atendimento de voluntários em todo o Brasil 24 horas por dia, sob diversos canais, como chat, linha telefônica por meio do número 188 (a ligação é gratuita para todo o país) e email. As informações são disponibilizadas pelo endereço cvv.org.br.

Ações em Barra do Piraí

Barra do Piraí possui algumas ONG’s e entidades privadas que fazem um trabalho social que inclui a orientação em casos de depressão e outros transtornos que podem levar ao suicídio. A igreja também tem um papel importante nesse contexto. Em relação ao poder público, de acordo com a secretaria de Assistência Social, por conta do distanciamento social, devido ao novo coronavírus, e também por ocasião do período pré-eleitoral, a prefeitura tem evitado a realização de campanhas nas ruas, principalmente com a distribuição de panfletos e similares

Segundo o órgão, os Centros de Referência continuarão os trabalhos com o objetivo de desenvolver suas políticas públicas voltadas para a família, dentro do contexto. O mesmo se dará na Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e no Departamento de Saúde Mental, sem campanha específica, apesar de reconhecer a importância do Setembro Amarelo. Todas as informações sobre as ações públicas foram colhidas por nossa reportagem diretamente com a secretaria de Comunicação de Barra do Piraí.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!