Quarta, 24 Abril 2019
previous arrow
next arrow
Slider

No último sábado (09), um senhor de 73 anos foi encontrado morto no bairro Matadouro, em Barra do Piraí. Edson Xavier dos Santos, policial rodoviário federal aposentado, de 73 anos, foi achado com uma perfuração no crânio em sua casa, na Rua José Alves Pimenta.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo do idoso foi encontrado em seu sofá e a porta de sua casa estava trancada por dentro. A Polícia Militar trabalha com a hipótese de suicídio.

Uma pistola calibre 40, encontrada ao lado do corpo da vítima, foi apreendida e o caso foi registrado na 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí.

Foto: Reprodução Facebook

Na tarde de sábado, 09, um homem de 65 anos foi preso na rua mato Grosso, em Barra Mansa, após confessar ter golpeado sua companheira a facadas. A mulher foi socorrida e levada à Santa Casa daquele município. O caso aconteceu no bairro Vila Coringa. As informações foram divulgadas pela Polícia Militar.

Conforme relatado pelos agentes, a filha da vítima soube do ocorrido por meio de vizinhos e acionou os militares, que localizaram o suspeito, escondido em um cômodo de sua residência. Aparentando embriaguez, segue relato, ele confessou ter atingido a companheira com duas facadas no tórax após uma discussão, em que alegou ter agido com “emoção”.

O caso foi registrado como feminicídio pela vítima na delegacia de Barra Mansa

A Operação Lei Seca contou com todo o efetivo nas ruas durante o Carnaval e realizou, em parceria com o Detran, 50 ações de fiscalização em locais com grande concentração de pessoas em todo o Estado. Da madrugada do dia 1º até a quarta-feira de cinzas (dia 6/3), 4.876 motoristas foram abordados nas blitzes e 263 tinham sinais de embriaguez e foram impedidos de continuar dirigindo. Neste período, 902 veículos foram multados, 179 rebocados e 215 carteiras de habilitações foram recolhidas.

Para prevenir possíveis acidentes, a Lei Seca esteve presente, pelo segundo ano consecutivo, em todos os dias de desfile na Sapucaí e realizou 158 testes do bafômetro nos motoristas dos carros alegóricos. Todos os testes tiveram resultado negativo para ingestão de bebida alcoólica. Além das blitzes de fiscalização, a Lei Seca também realizou ações de conscientização nos principais blocos de rua para alertar aos foliões sobre o perigo da mistura entre álcool e direção.

“Estivemos presentes nas ruas durante o Carnaval no intuito de alertar e cuidar para que os foliões pudessem voltar para casa seguros. Apesar das fortes chuvas que atingiram o Rio durante o Carnaval, mantivemos nossas ações de conscientização e fiscalização. Estamos há 10 anos salvando vidas”, reforçou a coordenadora da Lei Seca, Verônica Oliveira.

Segundo o vice-presidente do Detran, Marcelo Bertolucci, que é responsável pela coordenação da fiscalização, o caráter pedagógico, educativo e preventivo, da Operação Lei Seca é fundamental para garantir a segurança da população. “Essa parceria do Detran com a Lei Seca é um dever do Governo do Estado de assegurar esse direito à população”, reforça Marcelo Bertolucci.

Apesar da redução no número de mulheres assassinadas no ano passado, os registros de feminicídio cresceram em 2018, de acordo com um levantamento feito pelo portal G1, com dados oficiais de todos os estados e do Distrito Federal.

São 4.254 homicídios dolosos de mulheres (com a intenção de matar), uma redução de 6,7% em relação a 2017, quando foram registrados 4.558 assassinatos – a queda é menor, porém, que a registrada se forem contabilizados também os homens.

Houve ainda um aumento no número de registros de feminicídio, ou seja, de casos em que mulheres foram mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero. Foram 1.173 no ano passado, ante 1.047 em 2017.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!