Sexta, 19 Abril 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Sul Fluminense – O radar móvel da Policia Rodoviária Federal registrou, neste feriado prolongado de Páscoa, mais de 1,5 mil veículos que trafegavam com excesso de velocidade,  no trecho da Via Dutra, que corta o Sul Fluminense.Um dos flagrantes ocorreu na última sexta-feira (30), no Km 249, altura de Pinheiral, quando um ônibus, placa do Paraguai, foi pego trafegando a mais de 124 quilômetros por hora, em local onde a velocidade máxima é de 80 Km/h.Policiais explicaram que, por ser um veículo estrangeiro, a multa entrará no sistema da PRF e será cobrada quando o veículo passar pela alfândega, ao retornar ao país de origem, nesse caso, o Paraguai.

RIO — Um homem foi morto a tiros em Botafogo, na Zona Sul do Rio, no fim da noite desta quinta-feira. O crime aconteceu por volta das 22h40, na esquina das ruas Professor Álvares Rodrigues e Nelson Mandela, perto da saída do metrô no bairro. Max Bernardo S. Santos, de 30 anos, foi surpreendido por um homem armado que chegou ao local em uma moto, de acordo com relato de testemunhas. Após atirar, o bandido fugiu.
Conforme o relato de pessoas que estavam no local, Max, ao perceber que o homem que o abordara portava uma arma, tentou fugir. Neste momento, a vítima foi atingida por vários disparos. Ele estava próximo a uma um estande que comercializa celulares e dispositivos para diferentes tipos aparelhos, local em que seria proprietário. Max também trabalharia em um trailer que vende lanches, na mesma calçada.
A vítima não chegou a ser socorrida e levada para nenhum hospital. Bombeiros foram acionados, mas quando chegaram à calçada onde o ocorreram os disparos a vítima já estava sem vida. Moradores contaram que houve tumulto no momento do tiroteio.
— Estava perto da porta do metrô e ouvi ao menos uns seis disparos. Todo mundo começou a correr. Vi os comerciantes abaixando as portas das lojinhas. Todo mundo ficou assustado — disse um jovem, que pediu para não ser identificado.
Após o crime, policiais militares foram acionados e preservaram o local do assassinato até a chegada dos agentes da Delegacia de Homicídios da Capital (DH), responsável pelas investigações. Eles realizaram a perícia e analisaram inclusive o que havia no interior na loja de celulares e no trailer em que a vítima comercializava lanches.
Testemunhas contaram ainda que Max era morador do bairro e trabalhava há anos naquele ponto em Botafogo. Familiares da vítima acompanharam o trabalho dos peritos. Abalados com o crime, eles não falaram com a imprensa. A mãe do homem assassinado precisou ser amparada no momento em que o corpo do filho era removido. Desesperada, ela gritava "meu filho, eu te amo. Max, eu amo você".
Até a madrugada desta sexta-feira ainda o autor dos disparos ainda não havia sido encontrado. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios (DH) da Capital.

Policiais militares realizam uma operação para intervir na guerra entre traficantes e milicianos travam na comunidade Bateau Mouche, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio, há mais de semana. Equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) estão na favela desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira, mas ainda não há informações de presos ou detidos.
Nesta quarta-feira, um menino de 12 anos foi atingido por uma bala perdida na comunidade durante a madrugada. O garoto saía da casa da namorada quando foi ferido na perna direita. Ele está internado no Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste.
Moradores relataram nas redes sociais que nessa quarta os tiroteios duraram todo o dia. A disputa entre traficante e milicianos pelo controle do território se intensificou no dia 2 de fevereiro, quando dezenas de milicianos armados invadiram a comunidade. Um vídeo publicado em redes sociais mostrou os homens armados, alguns usando fuzis e toucas ninjas, invadindo a comunidade em plena luz do dia.

Bandidos atacaram a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, na tarde desta quinta-feira. Segundo o comando da UPP, criminosos armados atiraram contra a base locallizada na Avenida Edgard Werneck, por volta das 15h30.
Houve intensa troca de tiros, mas até o momento não há registro de presos ou feridos na ação. De acordo com o comando, o policiamento foi intensificado na região do incidente.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!