Quinta, 22 Abril 2021
previous arrow
next arrow
Slider

Na manhã desta quarta-feria, 14, policiais civis deflagraram uma nova fase da Operação Barra do Piraí contra o crime. A ação conta com a participação da Polícia Militar e da Guarda Municipal do município barrense. De acordo com o titular da 88ª DP Rodolfo Atala, que comanda a ação foram expedidos quatro mandados de prisão e seis de busca e apreensão, e o ato tem como alvos suspeitos de envolvimento em homicídios em Barra do Piraí. Os mandados estão sendo cumpridos também em Volta Redonda.

A primeira fase desta operação, ocorrida no final de janeiro, resultou na prisão de 13 pessoas, de acordo com informações da Polícia Civil. 

Morador de Barra do Piraí, de 28 anos, é suspeito de matar mulher de 24 anos por culpá-la pelo fim de seu relacionamento (Foto: Reprodução)

Na madrugada desta terça-feira (13), uma mulher de 24 anos foi assassinada em Vassouras. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito de cometer o crime é o ex-companheiro da amiga da vítima, supostamente por ele culpá-la pelo fim de seu relacionamento.

A PM disse que ela foi assassinada dentro de um carro de um aplicativo de transporte e que o corpo foi abandonado em uma localidade conhecida como Morro da Vaca. O suspeito do crime, um homem de 28 anos, de identidade não divulgada pela polícia, foi à residência da ex-companheira e pediu para que ela acionasse o aplicativo de transporte. Quando o carro chegou, ele rendeu o motorista, de 54 anos, com uma arma e obrigou a ex-companheira a entrar no veículo.

Em seguida, ainda segundo a PM, o grupo foi para a casa da vítima, onde o suspeito a obrigou a entrar no carro e atirou. Ele teria dito à ex-companheira que só não a mataria também, pois ainda a amava. Depois, o suspeito mandou o motorista ir até o Morro da Vaca, abandonou o corpo e o grupo seguiu no automóvel até o bairro Belvedere, em Barra do Pirai, cidade onde o homem mora.

O veículo retornou para Vassouras com o motorista de aplicativo e a ex-companheira do suspeito. Ele foi abordado durante um patrulhamento da PM e, quando questionados, condutor e passageira relataram o ocorrido e foram encaminhados à delegacia para serem ouvidos.

A PM informou que uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local onde o corpo da vítima foi deixado para fazer a remoção.

O suspeito do crime não havia sido preso até a publicação desta reportagem. O caso é investigado pela delegacia de Vassouras, onde a ocorrência foi registrada.

Uma pessoa foi morta em uma escola de Knoxville, no Estado norte-americano do Tennessee, nesta segunda-feira (12), e um policial ficou ferido quando a polícia confrontou um suspeito armado. O tiroteio, que ocorreu por volta das 15h15 (horário local) na Austin-East Magnet School, no lado leste de Knoxville, é o mais recente de uma série de episódios de violência armada nos Estados Unidos desde meados de março. A polícia de Knoxville disse que o policial baleado deve sobreviver. A informação é da Agência Brasil.

"Ele está consciente e bem disposto... Ele vai ficar bem. Agradeci a ele por colocar sua vida em risco para proteger os alunos e os funcionários da escola. Ele disse que preferia que ele ficasse ferido do que qualquer outra pessoa", disse a prefeita de Knoxville, Indya Kincannon, à CBS News.

Os investigadores não identificaram imediatamente o suspeito e a vítima morta, apenas sabiam que ambos eram do sexo masculino. Não ficou imediatamente claro se eles frequentavam a Austin-East Magnet School.

"Com base na investigação preliminar, os policiais de Knoxville responderam a um relato na Austin-East Magnet High School sobre um sujeito do sexo masculino que possivelmente estava armado na escola", disse o departamento de polícia no Facebook. "Após a abordagem ao sujeito, foram disparados tiros. Um policial foi atingido pelo menos uma vez e transportado para o Centro Médico [da Universidade do Tennessee] com ferimentos que não devem ser fatais. Um homem foi declarado morto no local, enquanto outro foi detido para uma investigação mais aprofundada."

O departamento de polícia relatou inicialmente "várias vítimas baleadas" no ataque.

"As escolas do condado de Knox estão respondendo a um tiroteio ocorrido esta tarde na escola Austin-East Magnet High. Estamos coletando informações sobre esta situação trágica e forneceremos informações adicionais o mais rápido possível", disse o superintendente das escolas de Knoxville, Bob Thomas, no Twitter.

"O prédio da escola foi fechado e os alunos que não estavam envolvidos no incidente foram liberados para suas famílias", disse Thomas.

Em outros tiroteios desde meados de março, um homem abriu fogo em fábrica do Texas onde trabalhava na semana passada, matando uma pessoa e ferindo mais seis antes de ser preso.

Oito pessoas foram mortas em spas da região de Atlanta, mais 10 morreram em um supermercado em Boulder, no Colorado, e quatro pessoas, incluindo um menino de 9 anos, foram mortas em uma imobiliária em Orange, na Califórnia.

Um homem de 28 anos é suspeito de matar uma mulher de 24, alegando ser ela a responsável pelo término do relacionamento dele. O caso foi registrado no bairro Grecco, em Vassouras, e teria ocorrido na noite de segunda-feira, 12. Um motorista de aplicativo e a ex-esposa do suspeito foram presos, e o homem está sendo procurado pela Polícia Civil.

O caso foi descoberto após a abordagem do motorista e da ex-mulher do suposto algoz, em um carro de passeio que trafegava pela BR-393, quando agentes militares verificaram que um dos vidros do carro estava trincado. Ambos aparentavam nervosismo quando da abordagem e, de acordo com relatos, a mulher relatou que a vítima seria sua amiga.

Ela seguiu dizendo que o ex-marido chamou um carro de aplicativo, apontou a arma para o motorista e ordenou que ele prosseguisse ao endereço da vítima, também no bairro Grecco e, chegando à casa dela, também ordenou que ela entrasse no carro. Após o homicídio, a mando do suspeito, o motorista conduziu o carro pela BR-121, tendo o corpo sido deixado à altura do Morro da Vaca. O próprio suposto autor do crime exigiu, conforme o relato da mulher, ser deixado no bairro Belvedere, em Barra do Piraí. 

O corpo foi encontrado no referido local na madrugada desta terça-feira, 12, e levado ao Instituto Médico Legal, de Barra do Piraí. O motorista de aplicativo e a mulher foram levados à delegacia de Vassouras e o caso segue em investigação

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!