Domingo, 17 Janeiro 2021
previous arrow
next arrow
Slider

Policiais militares realizam uma operação para intervir na guerra entre traficantes e milicianos travam na comunidade Bateau Mouche, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio, há mais de semana. Equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) estão na favela desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira, mas ainda não há informações de presos ou detidos.
Nesta quarta-feira, um menino de 12 anos foi atingido por uma bala perdida na comunidade durante a madrugada. O garoto saía da casa da namorada quando foi ferido na perna direita. Ele está internado no Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste.
Moradores relataram nas redes sociais que nessa quarta os tiroteios duraram todo o dia. A disputa entre traficante e milicianos pelo controle do território se intensificou no dia 2 de fevereiro, quando dezenas de milicianos armados invadiram a comunidade. Um vídeo publicado em redes sociais mostrou os homens armados, alguns usando fuzis e toucas ninjas, invadindo a comunidade em plena luz do dia.

Bandidos atacaram a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, na tarde desta quinta-feira. Segundo o comando da UPP, criminosos armados atiraram contra a base locallizada na Avenida Edgard Werneck, por volta das 15h30.
Houve intensa troca de tiros, mas até o momento não há registro de presos ou feridos na ação. De acordo com o comando, o policiamento foi intensificado na região do incidente.

Criminosos armados com fuzis atacaram três agências bancárias na cidade de Cunha, no interior de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira. De acordo com informações da Polícia Civil do estado, um grupo de cerca de 10 bandidos explodiu os cofres do Santander e do Banco do Brasil. Na Caixa Econômica Federal, o sistema de segurança impediu a ação dos criminosos. Na fuga, os dois carros usados na ação foram queimados pelos assaltantes na RJ - 165, Estrada Paraty-Cunha, considerada um ponto turístico da região. A via ficou bloqueada por cerca de duas horas.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, o Santander e o Banco do Brasil ainda não informaram aos investigadores a quantia que foi levada pelos criminosos. Os valores ainda estão sendo levantados pelas instituições financeiras. Na Caixa Econômica, os bandidos chegaram a arrombar a porta da agência, mas foi acionado um dispositivo que solta fumaça e dificulta a ação dos criminosos. Os assaltantes acabaram desistindo de acionar os explosivos.
Durante a ação, que teve início por volta das 4h desta quinta-feira, os bandidos teriam dado tiros para o alto. Os carros abandonados pelos criminosos na Estrada Paraty-Cunha serão periciados pela Polícia Civil. Os investigadores também vão ouvir testemunhas do crime.Para fugir, de acordo com a polícia, os bandidos teriam roubado outros veículos na estrada.
A RJ - 165 liga a cidade turística de Paraty, na Costa Verde do Rio, a Cunha. A via passa pelo Parque Nacional da Serra da Bocaina.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!