Quinta, 27 Junho 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Após diversas críticas, prefeitura e forças policiais tentam criar operação de repressão ao crime no Centro da cidade. População e autoridades pedem maior monitoramento e prevenção (Foto: Reprodução)

Após dois assaltos em menos de três dias, no Centro de Barra do Piraí, a prefeitura decidiu criar uma operação batizada como “choque de ordem”, com a Guarda Municipal, a Polícia Militar e a Polícia Civil trabalhando juntas com o objetivo de reforçar a segurança na região central da cidade.

De acordo com o secretário interino de Ordem Pública de Barra do Piraí, Wagner Aiex, a ação em conjunto tem foco nas praças Pedro Cunha (Largo da Feira), Julio Braga e Nilo Peçanha. Wagner explicou que, apesar da responsabilidade da segurança ser do Estado, o momento é delicado e exige o reforço da Guarda Municipal na atuação pela segurança do cidadão barrense.

Apesar da ação, muitas críticas surgiram, mais uma vez via redes sociais, da população de Barra do Piraí, principalmente por se tratar de uma ação de repressão e não de prevenção, após dois assaltos graves na cidade. O vereador Cleber do Areal, em seu programa semanal na Rádio Barra do Piraí AM, sugeriu que a prefeitura implantasse câmeras de segurança no Centro. Segundo o vereador, com o monitoramento, o bandido “pensaria duas vezes” antes de cometer algum delito.

O secretário de Ordem Pública finalizou sua justificativa para a ação destacando que a intensificação do policiamento ostensivo no Centro é uma necessidade, não só por conta dos assaltos que assustaram a população, mas também por conta do relato de brigas na Praça Nilo Peçanha. O comandante da GM, Enoch Mello, alvo de elogios e críticas por conta do trabalho de sua equipe, ressaltou que a atual gestão vem investindo em frotas novas de veículos e na convocação de mais guardas, que segundo ele era uma necessidade antiga, para que o serviço da GM seja cada fez mais satisfatório para Barra do Piraí.

Pouco mais de 24 horas após o assalto ao estabelecimento comercial Barra Joias, no fim da manhã dessa segunda-feira (20), a loja Ponto Frio, localizada no Centro de Barra do Piraí, próximo à Praça Julio Braga, foi roubada.

Segundo testemunhas, dois suspeitos armados invadiram o estabelecimento. Após uma investida policial, ambos fugiram pela Rua da Estação, no Centro. A Polícia Militar isolou o local para buscar pistas e tentar encontrar os criminosos.

Ainda não se tem informações precisas sobre o quanto foi roubado e se alguém foi preso. Há ainda a hipótese dos assaltantes serem do mesmo grupo que foi preso nesse sábado (18), após o assalto à Barra Joias. O Grupo RBP de Comunicação espera agora o boletim oficial do caso para confirmar mais informações.

Foto: Jornal Nossa Região

Atualização 10h – 21 de maio de 2019

Os dois elementos que assaltaram ontem à tarde (20) a loja Ponto Frio, localizada na Rua Governador Portela, próximo a Praça Júlio Braga, no Centro de Barra do Piraí, levaram mais de 70 celulares, que somados se aproximam do valor de R$ 100 mil. A Polícia Civil investiga o caso e usará as câmeras de monitoramento do estabelecimento para obter pistas sobre os suspeitos.

Na última sexta-feira, 17, foi anunciado pela equipe de Comunicação da prefeitura de Volta Redonda que a cidade deve ganhar em breve uma Delegacia de Homicídios. A unidade policial vai atender toda a região Sul Fluminense, e o prefeito Samuca Silva se comprometeu a encontrar um terreno no bairro Retiro para a devida instalação da sede física. Ele esclarece que, com a delegacia de Homicídios, dedicada à investigação de crimes graves, o objetivo é desafogar a delegacia civil da cidade.

“Fico feliz com essa notícia e digo que podem contar comigo desde já para darmos início a esse projeto e colocá-lo para funcionar até o primeiro semestre de 2020, dentro de todas as especificidades legais. Esse será um marco para todos nós e já disponibilizo minha equipe técnica para entrar em contato com a equipe técnica da polícia civil e dar início aos processos administrativos”, enfatiza.

A celeridade das investigações foi ratificada pelo titular do Departamento Geral de Homicídios e Proteção do Estado do Rio de Janeiro, delegado Antônio Ricardo. “Essa delegacia certamente vai inibir os criminosos e dar a sensação de segurança para a população. Os locais que a delegacia começa a atuar, consequentemente os índices de criminalidade diminuem. Estrategicamente Volta Redonda é, sem dúvidas, o local mais adequado e toda a região será fortalecida”, esclarece.

O deputado Federal Antônio Furtado, que já foi delegado titular da delegacia de Volta Redonda, lembrou a posição do município que, segundo ele, favorece para que a cidade receba a Delegacia de Homicídios no Sul Fluminense. “Sabemos que o Sul Fluminense como um todo será favorecido com essa unidade. A vontade da Polícia Civil é colocar na unidade pelo menos 100 policiais civis trabalhando em turnos ininterruptos para realizar as investigações realizadas no município e em outras cidades”, explica.

Neste sábado (18), pela manhã, foi registrada uma tentativa de assalto no estabelecimento comercial Barra Joias, localizado na Avenida Paulo de Frontin, no Centro de Barra do Piraí.

As primeiras informações de testemunhas, ainda não confirmadas pelas Polícias Civil e Militar, dão conta que houve perseguição e, até mesmo troca de tiros. Os assaltantes teriam chegado ao local do crime em um veículo prata da marca Jeep, placa R10OD26. Não se sabe ainda se os bandidos levaram material da loja.

Através das redes sociais, moradores do Areal relataram que o veículo, supostamente utilizado no crime, teria sido capturado no bairro. A equipe do Grupo RBP de Comunicação espera o boletim oficial da Polícia Militar para confirmar mais detalhes sobre o caso.

Atualização 12h40 – 18 de maio de 2019

Foram quatro pessoas que participaram do assalto. Um suspeito foi preso em uma localidade conhecida como Colômbia, no bairro Areal, com algumas joias e armas. Os outros três estão foragidos. Segundo informações de testemunhas, funcionários do estabelecimento foram feitos de refém durante o assalto e o carro usado na fuga foi roubado.

Atualização 13h – 18 de maio de 2019

Policiais Militares do Grupamento de Ações Táticas, do 10º BPM, em ação conjunta com agentes da 4ª e 5ª Companhia conseguiram prender todos os quatro suspeitos de participarem do assalto realizado nessa manhã, no estabelecimento comercial Barra Joias, localizado na Avenida Paulo de Frontin, no Centro de Barra do Piraí.

Eles serão encaminhados para a 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí, onde ficarão detidos a disposição da Justiça.

Atualização 10h – 20 de maio de 2019 

Identificados os suspeitos de assaltarem o estabelecimento Barra Joias, no Centro de Barra do Piraí, no último sábado (18): Anderson Romão de 37 anos, Fábio dos Santos Vicente também de 37 anos, Fábio Silva Duarte de 35 anos e Rafael Mendes da Silva Marica de 20 anos. O quarteto foi capturado em uma localidade conhecida como Colômbia, no bairro Areal, em posse de uma pistola calibre 9 mm, um revólver calibre 38 e 11 munições.

Além do quarteto, um quinto suspeito foi preso próximo ao veículo usado para o assalto: Gabriel dos Santos da Silva, de 19 anos, não ofereceu resistência aos policiais do 10º BPM e assumiu ter feito parte do crime.

De acordo com a PM, do estabelecimento, os criminosos levaram dois aparelhos celulares, R$150,00 em espécie, 158 anéis, 49 pingentes, 20 cordões, 9 relógios e 96 gramas de pulseiras.

SUSPEITO

JOIAS

Fotocarro

Fotos: Redes Sociais

 

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!