Quarta, 13 Novembro 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Com o adolescente, de 16 anos, a PM apreendeu três sacolés de cocaína e um de maconha, que seriam vendidos para um usuário (Foto: Reprodução)

No último sábado (21), um adolescente de 16 anos foi preso em flagrante vendendo cocaína e maconha na Rua 21, do distrito da Califórnia, em Barra do Piraí. Os policiais chegaram até o suspeito, após abordarem um usuário na Rua 10, que tinha em posse dois sacolés de cocaína e confessou ter comprado do jovem.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais do 10º BPM apreenderam com o menor três sacolés de cocaína, um de maconha e mais R$ 205 reais em espécie, no momento em que ele venderia os entorpecentes para outro usuário.

O trio foi levado para a 88ª Delegacia de Policia Civil de Barra do Piraí. Os dois compradores prestaram depoimentos e foram liberados como testemunhas e o adolescente permaneceu preso, enquadrado como suspeito de tráfico de drogas.

Gabriel da Rocha Silva, de 22 anos, e Bruno Camillo Lima, de 32, foram presos em flagrante vendendo cocaína para um usuário, na Rua José Figueira (Foto: Reprodução)

Na tarde do último sábado (21), Gabriel da Rocha Silva, de 22 anos, e Bruno Camillo Lima, de 32, foram presos suspeitos de tráfico e associação ao tráfico de drogas, na Rua José Figueira, bairro Matadouro, em Barra do Piraí.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 15h30, uma equipe do 10º BPM retornava de uma perícia criminal, quando visualizou três pessoas em atitudes suspeitas. Os policiais abordaram o trio e encontraram dois pinos de cocaína, dois celulares e R$ 532 em espécie.

Encaminhados à 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí, Gabriel e Bruno assumiram trabalhar para o tráfico de drogas, enquanto o terceiro envolvido foi enquadrado apenas como usuário, ouvido e liberado. Os dois suspeitos permanecem presos, a disposição da Justiça.

Davi Gomes Soares Filho, conhecido como “Barriga”, de 33 anos, e Vanderson de Freitas Silva, vulgo “Pitico”, de 23, foram detidos em uma residência na Rua 24, no distrito da Califórnia (Foto: Divulgação 10º BPM)

No fim da tarde da última sexta-feira (20), duas pessoas foram presas por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo em Barra do Piraí. Davi Gomes Soares Filho, conhecido como “Barriga”, de 33 anos, e Vanderson de Freitas Silva, vulgo “Pitico”, de 23, foram detidos em uma residência na Rua 24, no distrito da Califórnia.

De acordo com o boletim de ocorrência do caso, por volta das 17h30, uma equipe do 10º BPM realizou operação após receberem informações de movimento de tráfico de drogas em uma residência da localidade, com a presença de um suspeito de liderar o movimento e ter participação em uma tentativa de homicídio, ocorrida no último dia 15.

Após o cerco do local, os dois suspeitos se entregaram. Dentro do imóvel, uma pistola ponto 40, com sete munições, cinco pinos de cocaína, uma bacia com sobras de material para produção de entorpecentes e aparelhos celulares foram apreendidos.

Davi e Vanderson foram encaminhados para 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí, onde permanecem presos a disposição da Justiça. Eles responderão por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Segundo acusações, o rapaz fingia comprar peças usadas de celular pela internet, recebia dinheiro pelo serviço, porém não o efetuava, sem devolver o dinheiro. 88ª DP confirma não haver registros de ocorrência contra o acusado e direção da Carreta Furacão afirma que  rapaz tinha contrato de "freelancer", apenas para estar dentro do veículo.  Identificado em seu facebook como ‘Kaká Silva’, recreador foi atropelado nesta quarta-feira (18) no bairro Oficina Velha (Foto: Reprodução Facebook)

Através de uma fonte, a equipe de reportagem do Grupo RBP de Comunicação recebeu a informação de que o recreador da ‘Carreta Furacão’, identificado em seu facebook como ‘Kaká Silva’, atropelado nesta quarta-feira (18) no bairro Oficina Velha, em Barra do Piraí, seria suspeito de praticar golpes. Segundo acusações, ele fingia comprar peças usadas de celular pela internet, recebia dinheiro pelo serviço, porém não o efetuava, sem devolver o dinheiro.

Nos prints (foto), um usuário do facebook o acusa de estelionato e outro o cobra através do Messenger, para que ele pague sua dívida. Uma outra fonte confirmou que ele teria passagem, ainda quando menor de idade, por instituições especializadas em abrigar menores infratores, porém sem detalhar por qual delito.

Um dos integrantes da relação pública do 10º BPM declarou através do aplicativo whatsapp, que não poderia passar informações sobre o acusado para nossa reportagem, por não ter nosso número em seu cadastro.

Por volta das 10h, entramos em contato com o inspetor Mario, da 88ª Delegacia de Polícia de Barra do Piraí, que afirmou não ter nenhum registro contra o rapaz em seus arquivos, inclusive em relação a tráfico de drogas. De acordo com o funcionário da 88ª DP, algumas pessoas ligaram para a delegacia para saber se o “Mickey” tinha passagem na polícia por tráfico de drogas.

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com um representante da Carreta Furacão de Barra do Piraí, que preferiu não se identificar. Ele afirmou que o recreador, na verdade, tinha um contrato “freelancer” de prestação de serviço para ficar na parte interna do carro, sem ter acesso à rua e que a ação dele não condiz com o que estava em seu contrato. Sobre a vida pessoal dele, o representante preferiu não opinar.

Nossa reportagem deixa esse espaço aberto ao recreador, para que ele tenha a oportunidade de se defender das acusações. Inclusive, fizemos contato através de seu facebook e até o momento da publicação desta reportagem, Kaká não havia respondido aos questionamentos.

ATUALIZAÇÃO 12h10: Kaká Silva respondeu aos nossos questionamentos se declarando inocente. "Sou trabalhador e jamais tive envolvimento nisso", escreveu.

20micpost

Através de seu facebook, Kaká agradece ao carinho e mensagens de solidariedade após o acidente (Reprodução: Facebook)

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!