Domingo, 16 Dezembro 2018
previous arrow
next arrow
Slider

A Operação Barreira Fiscal já fiscalizou mais de 10 milhões de veículos nos últimos quatro anos. No período, entre o início de 2015 e outubro deste ano, foram geradas quase 67 mil multas, totalizando mais de R$ 340 milhões. Desde 2015, quando mais de 2,7 milhões de veículos foram abordados, a circulação de caminhões tem aumentado nos postos. Até outubro deste ano, esse número ultrapassou a marca de cinco milhões.

A alta também se apresenta no número de multas reclamadas, com um aumento de 17% em 2017 em relação a 2016. Oitenta por cento deste valor já foi alcançado este ano. Para a coordenação da Operação Barreira Fiscal, a conscientização do contribuinte impactou no crescimento da arrecadação, que este ano já atingiu 10% em relação ao ano passado.

Segundo a major Fernanda Fonseca da Cunha, coordenadora Militar da Barreira Fiscal, com a expertise dos anos de operação, ‘os pentes finos’, também têm sido prioridade. "É o melhor caminho para prevenir e coibir diretamente àqueles que insistem em burlar as leis. Temos direcionado as abordagens de pessoas e veículos de forma mais pontual e concentrada em nichos específicos. Como reflexo, temos esse incremento na arrecadação e o aumento das ocorrências policiais", disse a coordenadora Militar da Operação Barreira Fiscal.

Apreensão de drogas aumenta 50%
Nos últimos quatro anos, a Operação Barreira Fiscal registrou 2.997 ocorrências de apreensões de drogas, com aumento de 50,94% em relação ao ano anterior. Mais da metade desse volume foi apreendido pelo Posto de Nhangapí, em Itatiaia, cujos agentes conduziram 1.948 ocorrências de drogas à delegacia. Este ano, houve também o aumento de 119% dos crimes ambientais, em relação ao ano passado. Até outubro deste ano, foram realizadas 73 ocorrências do tipo. No mês de julho, foram apreendidas 12 toneladas de carvão vegetal sem licença ambiental.

Uma forte explosão, ocorrida perto de uma manifestação, deixou mortos nesta segunda-feira (12) em Cabul, informaram fontes policiais da capital afegã. Entre 10 e 15 corpos estavam no chão, disse a polícia presente no local da explosão ocorrida no centro de Cabul, segundo o ministério do Interior.

A informação é do portal G1.

Uma mulher foi morta a tiros e outra foi baleada no fim da noite de domingo (11), em Volta Redonda, RJ. De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu no bairro Santa Cruz. Ainda segundo a PM, Jéssica Prado de Albano Pires, de 26 anos, morreu no local. A outra vítima foi encaminhada ao Hospital São João Batista. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dela ou a motivação do crime, registrado na 93ª Delegacia de Polícia (Volta Redonda). Ninguém havia sido preso.

A informação é do portal G1.

Nessa manhã (09), um carregamento com 160 kg de cocaína foi apreendido em um trecho da BR-393 que passa por Dorândia, distrito de Barra do Piraí. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a droga estava escondida em um fundo falso de um carro de passeio. O motorista, um homem de 35 anos, foi preso em flagrante.

Durante uma fiscalização, os agentes desconfiaram do comportamento do motorista e solicitaram que o carro parasse. O suspeito demonstrou nervosismo, o que fez com que ligasse um sinal de alerta nos policiais. O carro foi revistado e a droga foi encontrada em um fundo falso atrás do banco traseiro. A cocaína estava embalada em tabletes e o motorista, que estava sozinho no veículo, não contou quanto receberia pelo transporte, mas disse que vinha de São Paulo e teria como destino à capital carioca.

Ainda segundo a PRF, o suspeito já tinha duas passagens criminais por tráfico de drogas. A ocorrência foi registrada na sede da Polícia Federal da Praça Mauá, no Rio de Janeiro.

Informações G1

Foto PRF/Divulgação

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!