Domingo, 12 Julho 2020
previous arrow
next arrow
Slider

Juliano Rosa Ribeiro, de 36 anos, foi assassinado violentamente na Rua São Sebastião do Alto. Polícia Civil busca suspeito (Foto: Reprodução)

Na noite desta segunda-feira (1º), Juliano Rosa Ribeiro, de 36 anos, foi assassinado no bairro Química, em Barra do Piraí. O crime aconteceu na Rua São Sebastião do Alto, por volta das 19h20. Até a publicação dessa reportagem, nenhum suspeito havia sido preso.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares do 10º BPM, juntamente com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) foram acionados, porém a vítima já estava morta quando chegaram ao local do crime. Segundo informações preliminares, por conta dos cortes profundos na região do pescoço, possivelmente o crime foi realizado com um facão ou foice.

A 88ª Delegacia de Polícia Civil investiga o caso e procura por suspeitos.

Policiais civis cumprem hoje (2), com o apoio do Ministério Público do Rio de Janeiro, 21 mandados de prisão contra suspeitos de integrar uma milícia que atua na zona oeste da cidade do Rio. Entre os alvos da operação de hoje estão quatro policiais militares. A informação é da Agência Brasil.

Na operação, também estão sendo cumpridos 35 mandados de busca e apreensão. De acordo com a Polícia Civil, a organização criminosa atua no bairro de Jacarepaguá. Segundo investigação da Polícia Civil, o bando age extorquindo moradores da região. Os alvos da ação foram indiciados pelo crime de organização criminosa.

Wenderson Marcelo Rosalino de Assis, de 17 anos, foi morto a tiros na Rua Etelvina da Silva Marina. Polícia Civil investiga o crime (Foto: Reprodução)

No final da tarde desta quinta-feira (28), Wenderson Marcelo Rosalino de Assis, de 17 anos, foi assassinado a tiros no bairro Areal, em Barra do Piraí. O crime aconteceu na Rua Etelvina da Silva Marina e ninguém havia sido preso até a publicação desta reportagem.

De acordo com testemunhas, o jovem foi socorrido pelo próprio primo e encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia, porém chegou à unidade já sem vida. Policiais militares do 10º BPM, averiguando as denúncias feitas pelo canal 190, foram informados na Santa Casa, que o jovem alvejado por vários projéteis de arma de fogo carregava com ele cinco trouxinhas de maconha.

O crime foi registrado e será investigado pela 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí.

A delegacia de Valença publicou cartazes informando que o pastor Edson Miguel está sendo procurado por suposta tentativa de feminicídio. O caso foi registrado em Barão de Juparanã, distrito de Valença, e teria ocorrido no dia 20 de maio. 

Segundo informações da Polícia Civil, a vítima, identificada como Adélia Aparecida de Jesus, foi socorrida após ser encontrada desacordada às margens da estrada de Valença, e está internada no Hospital Escola da cidade. Ela está na Unidade de Tratamento Intensivo da unidade hospitalar.

De acordo com as investigações, a mulher seria da mesma denominação em que o pastor congrega, e, supostamente, a tentativa de feminicídio esconderia um relacionamento extraconjugal.

Em Valença, a comoção de coletivos ligados à defesa da mulher é pela prisão do suposto algoz e também doação de materiais de higiene para ajudar no tratamento de Adélia.

Um mandado de prisão foi expedido contra o suspeito. Quem tiver informações sobre Edson pode denunciar de forma anônima pelo telefone 0300 253 1177, pelo Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099 ou pelo aplicativo para celular do Disque Denúncia RJ.

ATUALIZAÇÃO 28/05/20 14h:

De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito foi preso em ação de policiais de Valença e Paracambi. O suspeito Edson dos Santos Cunha estava em Japeri, e estava com mandado de prisão temporária de 30 dias em aberto.  

 

 

  

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!