Terça, 23 Abril 2019
previous arrow
next arrow
Slider

Policiais são treinados para melhorar o atendimento ao público LGBT

 
O primeiro treinamento para a qualificação dos policiais que fazem o atendimento às vítimas de crimes raciais e delitos de intolerância foi voltado ao público LGBT; um pedido dos próprios agentes que trabalham na nova delegacia especializada, criada há pouco mais de um mês. 
A principal dificuldade no atendimento aos casos é com o vocabulário. Só de denominações para orientações sexuais são conhecidas 72, sem contar as expressões e gírias utilizadas pela comunidade LGBT. 
Em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, psicólogos, assistentes sociais e advogados do programa Amizade Rio LGBT passaram instruções de como melhorar o atendimento e o registro das ocorrências, com foco no acolhimento. 
Segundo o delegado Gilbert Stivanello, a padronização no atendimento permite que as vítimas procurem a delegacia especializada com a segurança de que vão ser respeitadas e terão um atendimento humanizado.
Dos casos registrados na DECRADI, 30% são relacionados a homofobia: agressões físicas, injúria e ataques por redes sociais. Entre 2010 e 2018 foram registrados no estado 5.546 casos de violência LGBTfóbica, a maior parte dos casos, agressões físicas.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!