Sábado, 04 Dezembro 2021

O corpo técnico do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE) emitiu parecer favorável pelas contas públicas da Prefeitura de Barra do Piraí referentes ao ano de 2020. Agora, o próximo passo é encaminhar a análise ao relator, que promoverá o julgamento final. Este é o quarto período aprovado; fato inédito nas últimas administrações.

Segundo o secretário de Comunicação da prefeitura de Barra do Piraí, Frank Tavares, ainda não houve a decisão do relator em relação ao parecer, apenas a indicação dos técnicos do TCE para a aprovação. Indicação essa que já chegou ao relator. Em breve, segundo Frank, assim que for oficializada, a decisão será publicada no site do Tribunal.

De acordo com o controlador Geral do Município (CGM), Wendel Caruzo, os principais pontos descritos nas contas de 2020 foram o resultado orçamentário positivo de R$ 5.316.996,25e o superávit financeiro na gestão de R$ 11.811.314,15.

“Esses dois pontos, além dos demais analisados, mostram que o gestor – aqui chefiado pelo prefeito Mario Esteves - adotou as medidas necessárias à preservação do equilíbrio orçamentário. Além disso, e que demonstra respeito com o erário público, foi ter esse superávit. Só como comparação, em 2016 a gestão passada havia deixado um saldo negativo de R$ 11.642.359,60. E os nossos números, de 2017 a 2020 mostraram grande evolução”, aponta Wendel.

O controlador explica sobre os números apresentados pela gestão nos últimos quatro períodos, como prova de responsabilidade. Já no primeiro ano, dos mais de R$ 11 milhões de déficit deixados no final de 2016, foram liquidados cerca de R$ 3 milhões, chegando a um déficit de em torno de R$ 7,1 milhões. A queda continuou em 2018, com R$ 6,4 milhões e, para surpresa, apresentou superávit de pouco mais de R$ 2,6 milhões em 2019.

Wendel ainda aponta outros dados importantes, analisados pelo TCE, como o superávit Previdenciário de R$ 9.623.914,37; a aplicação de 29,24% do orçamento na Educação, quando o mínimo estabelecido é de 25%; bem como a aplicação de 74,53% do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) no pagamento de professores, quando o mínimo era de 60%; e a aplicação de 40,99% do total da receita na Saúde, ou R$ 96.343.315,61.

Já o prefeito Mario Esteves apostava na aprovação de sua quarta conta pública. O chefe do Executivo apontou as diferenças na gestão que, segundo ele, são perceptíveis quando se fala em investimentos e aplicação da arrecadação municipal. Frisa que foram precisos ajustes para chegar a estes dados, e que comemora sempre notícias como estas, uma vez que “se trata de um colegiado extremamente técnico”.

“Tivemos o grande cuidado ao longo dos últimos anos. E eu acreditava que, com esses ajustes, chamados de arrochos ou injustiças por alguns, iriam recair de maneira positiva na gestão. Hoje podemos ver obra por todo lado, respeito às normas constitucionais e legais, bem como a preocupação em deixar uma prefeitura sustentável, para qualquer gestor. Eu disse que entregaria um governo bem melhor que peguei em 2017. E a prova está aí: quatro contas aprovadas”, frisa o prefeito.

Fonte: PMBP

Foi conduzido para a 88ª Delegacia de Polícia Civil, na tarde desta quarta-feira, 24, em Barra do Piraí, um suspeito de matar um cachorro a pauladas e espalhar terror no bairro Cantão.

Segundo testemunhas, o rapaz, que tinha uma mistura de farinha espalhada pelo corpo, teria matado um cachorro a pauladas no bairro, ameaçado moradores, além de afirmar que iria matar autoridades municipais. Ele também foi visto próximo ao ponto de ônibus da Praça Nilo Peçanha, no Centro, ameaçando pessoas e dizendo palavras sem sentido.

Segundo o comandante Mello da Guarda Municipal, informação publicada primeiramente pela página Barra Alerta no facebook e confirmada por nossa reportagem, o suspeito, que tem antecedentes criminais, foi conduzido para a 88ª Delegacia de Polícia Civil de Barra do Piraí, onde chegou a ser detido, mas foi liberado e encaminhado para a casa de sua família, no bairro Rosa Machado, em Piraí.

Um outro homem, que apareceu nu em ambiente público no Centro da cidade, foi encaminhado novamente ao Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), pela própria família que foi ao seu encontro. Ele possui transtornos psiquiátricos.

Estão abertas as inscrições para um mutirão virtual de renegociação de dívidas com a Light e a Enel, empresas responsáveis pela distribuição de energia elétrica. A mediação será feita pelo Procon-RJ. Os débitos poderão ser quitados sem entrada e sem juros. Outra vantagem é que, dependendo do caso, o valor poderá ser parcelado em até 24 vezes.

Ambas as empresas irão negociar com os clientes residenciais, e a Enel irá atender também os moradores de áreas rurais. A Light dará a possibilidade de pagamento também por cartão de crédito.

A ideia é oferecer a oportunidade de regularizar a situação a consumidores com contas atrasadas há mais de 90 dias. As inscrições podem ser feitas através desse link até sábado (27). O consumidor deve preencher todos os campos do formulário no link e, após o preenchimento, clicar em "enviar". Os inscritos não precisarão comparecer à  nenhuma sede do Procon, devendo aguardar contato da equipe de atendimento por e-mail ou por telefone (incluindo-se mensagem de WhatsApp).

Os hospitais públicos e privados do Estado do Rio de Janeiro deverão, a partir de agora, divulgar os registros de pacientes sem identificação nos seus sites oficiais. É o que prevê a Lei 9.464, sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada nesta quarta-feira, 24, no Diário Oficial. O objetivo é garantir a proteção desses pacientes, ajudando suas famílias a localizá-los.

A divulgação por parte das unidades alcança todos aqueles que chegarem às emergências em estado inconsciente, sem documentos ou desacompanhados.O hospital deverá informar a data de entrada do paciente, idade aparente, cor da pele e do cabelo, altura e até tatuagem, entre outros traços característicos, como cicatrizes.

Para preservar a identidade e a imagem da pessoa hospitalizada, fotos não poderão ser divulgadas. Telefone e e-mail do serviço social das instituições deverão estar disponíveis para que as famílias possam entrar em contato.

De autoria das deputadas Lucinha (PSDB) e Martha Rocha (PDT), a lei prevê ainda a publicação de todas as despesas decorrentes da medida, assegurando o acesso público aos dados, a fiscalização e controle social.

Rua Ana Nery, 120 - 9º andar
Centro, Barra do Piraí - RJ
CEP 27123-150
Tel.: (24) 2443-1470 (AM)
(24) 2443-1098 (FM)

Boletim Eletrônico

Cadastre-se e fique sabendo da nossa programação em primeira mão!